Geral

Sindhospi e IASPI participam de audiência sobre o atraso no pagamento aos prestadores

O IASPI também comunicou que já deu início, neste mês de setembro, ao pagamento referente aos serviços prestados ao Instituto na competência do mês de junho/201
Fonte: icone comunicação | Editor: Da Redação 25/09/2017 17:16
Audiencia AudienciaFoto: Icone

Na manhã desta segunda-feira (25), membros do Sindicato dos Hospitais, Clínicas, Casas de Saúde e Laboratórios de Pesquisas e Análises Clínicas do Estado do Piauí (Sindhospi), representantes do Instituto da Assistência à Saúde dos Servidores Públicos (IASPI) e representantes de hospitais particulares de Teresina estiveram reunidos em uma audiência no Ministério Público Estadual, mediada pelo Promotor de Justiça, Dr. Fernando Ferreira dos Santos, que tratou sobre o atraso no pagamento por parte do IASPI à rede credenciada de prestadores.

Na ocasião, o Sindhospi afirmou que o cronograma de pagamento acordado em uma reunião entre o IASPI e a Secretaria de Fazenda não está sendo cumprido e que já são quatro meses de atraso no repasse aos prestadores. Já o Instituto alegou que há um esforço para cumprir os prazos, mas que depende de um processo burocrático que inicia da data de entrega da fatura mais 60 dias para que o dinheiro seja repassado aos prestadores.

O IASPI também comunicou que já deu início, neste mês de setembro, ao pagamento referente aos serviços prestados ao Instituto na competência do mês de junho/2017, através do Plamta e também pelo Iapep Saúde e que no dia 30 irá ser aberta a competência do mês de julho. Ambas as partes concordaram que há questões a serem resolvidas com a Secretaria de Fazenda para que os recursos sejam passados com mais agilidade ao IASPI e assim chegar ao prazo estipulado aos prestadores.

O presidente do Sindhospi, Dr. Jefferson Campelo, avaliou a reunião como positiva já que as partes conseguiram entrar em um acordo e já marcaram uma data para uma nova reunião com a presença do Secretário de Fazenda do Estado.

“A reunião foi positiva, conseguimos de forma civilizada e transparente, sanear os principais assuntos que precisávamos resolver. Vamos ter ainda mais uma rodada de opinião com a presença do secretário de fazenda para que a gente possa alinhar o cronograma de pagamento e o desembolso dos recursos”, explicou o presidente.

Comentários