Política Nacional

Senadora preside audiência sobre massacre de trabalhadores no Pará

Fonte: Agência Senado/Paulo Pincel | Editor: Paulo Pincel 11/06/2017 15:00
Senadora Regina Sousa (PT-PI) Senadora Regina Sousa (PT-PI)Foto: Reprodução

A Comissão de Direitos Humanos e Legislação Participativa (CDH) do Senado, presidida pela senadora Regina Sousa (PT-PI) realiza nesta segunda-feira (12), a partir de 9h, uma audiência pública para debater a chacina de dez trabalhadores rurais ocorrida no Pará, no dia 24 de maio passado.

A Comissão Pastoral da Terra (CPT) denuncia que nove homens e uma mulher foram assassinados a tiros durante a ação da Polícia Militar para reintegração de posse de terreno onde estavam acampados na Fazenda Santa Lúcia, no município de Pau d’Arco, no Pará.

Mortos no Pará

“A fazenda Santa Lúcia, cenário do massacre, era motivo de disputa entre seu proprietário e trabalhadores sem terra. Desde maio de 2015 havia 150 famílias acampadas no local”, relatou o senador Paulo Paim (PT-RS) no requerimento para realização da audiência.

O senador destacou que esse episódio e a chacina ocorrida em abril passado na zona rural do Município de Colniza (MT), quando nove trabalhadores rurais foram mortos e, no mínimo, 20 ficaram feridos, "acende, mais uma vez, o alerta para o aumento dos conflitos de terra no Brasil".

Trabalhador rural executado no massacre de Colniza (MT)

Representantes da Comissão Pastoral da Terra (CPT), do Ministério da Justiça e Segurança Pública, da Central Única dos Trabalhadores (CUT), da Associação Nacional dos Defensores Públicos (Anadep) e de diversos órgãos e entidades ligadas aos direitos humanos foram convidados para a audiência, que terá a participação popular via Portal e-cidadania (www12.senado.leg.br/ecidadania/) e do Alô Senado (0800-612211).

Comentários