Geral

Projetos de inovação são apresentados em encontro na Fapepi

pesquisa Projetos estudantes Fapepi
Fonte: Com. Governo do Piauí 13/01/2016 15:54 - Atualizado em 02/10/2016 20:43
Projetos de inovação no Piauí são apresentados e discutidos em encontro na Fapepi. Projetos de inovação no Piauí são apresentados e discutidos em encontro na Fapepi.Foto: Fapepi
Objetivo é aproximar governo, instituições de pesquisa e setor produtivo.

Projetos de inovação no Piauí foram apresentados e discutidos, nessa terça-feira (12), em reunião na Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Piauí (Fapepi). O objetivo é buscar uma integração maior entre governo, instituições de pesquisa, universidades e setor produtivo para fortalecer a inovação no estado.

O presidente da Fapepi, Francisco Guedes, está otimista com o cenário da inovação no Piauí. “É um projeto bem abrangente de ações voltadas para as cadeias produtivas prioritárias do estado do Piauí, formação de startups, robótica aplicada à medicina, empreendedorismo social, centros vocacionais tecnológicos, enfim, são vários projetos e nós precisamos consolidar e integrar todas essas iniciativas para buscar maior apoio das instituições do governo”, destaca Guedes.

O presidente do Comitê Gestor do Lagoas Digitais, José Bringel Filho, expôs um projeto que é resultado da articulação de diversos outros projetos que trabalham algum aspecto da inovação no Piauí. Segundo Bringel, esse projeto “busca atuar no fortalecimento do setor produtivo, da aproximação da academia e setor produtivo, bem como fortalecer os polos que estão sendo originados em Parnaíba, Picos e Teresina”.

Os estudantes Caio Damasceno e Paula Sabrina Soares Lustosa apresentaram uma prótese robótica impressa em 3D.( Foto: Ascom Fapepi)Os estudantes Caio Damasceno e Paula Sabrina Soares Lustosa apresentaram, durante a reunião, uma prótese robótica impressa em 3D, projeto desenvolvido por eles e mais dois jovens para participar do Desafio Universitário Empreendedor do Sebrae, em 2015. A equipe formada pelos quatro estudantes piauienses ficou com o terceiro lugar nacional no evento. Agora, Caio e Paula seguem com o projeto para colocá-lo em prática.

“Conseguimos o primeiro protótipo com bons resultados, os nossos próximos passos serão a captação de investimento e pesquisa e desenvolvimento para levar o produto para o mercado”, comenta Caio. “Nosso objetivo também é tornar o Piauí uma referência no que tange à criação de dispositivos que vão auxiliar as pessoas com deficiência”, explica Paula, que destaca o viés de empreendedorismo social do projeto.

Comentários

Matérias Relacionadas