Polícia

Polícia descarta falha mecânica no acidente em Miguel Alves

Fonte: Redação | Editor: Paulo Pincel 15/04/2017 10:47
A picape Chevrolet S10 onde viajavam as seis pessoas A picape Chevrolet S10 onde viajavam as seis pessoasFoto: Reprodução

Somente o laudo pericial - a ser concluído em até 30 dias - vai apontar as causas do acidente da tarde de quinta-feira (13), em Miguel Alves, a 110Km de Teresina, que vitimou seis pessoas de uma mesma família. A princípio, está descartada falha mecânica no veículo, uma picape Chevrolet S10 cabine dupla. Um erro do condutor do veículo pode ter causado a tragédia que abalou Miguel Alves e o Piauí.

O delegado de Miguel Alves, Francirio Lopes, Queiroz adiantou que, preliminarmente, nenhum problema mecânico foi constatado no veículo. A S10 está com a suspensão em perfeito estado, o que descarta a suspeita de quebra da suspensão ou “mesa”, como é conhecida.

Segundo ele, os amassados no veículo foram consequência da retirada do mesmo do leito do riacho Calção Redondo, onde a picape afundou depois de cair da ponte.

“Foi uma fatalidade, uma tragédia que causou comoção em todos... Uma cena muito triste. Uma das crianças foi encontrada agarrada a mãe”, revelou o delegado, muito emocionado.

Velório coletivo

As vítimas do acidente em MIguel Alves foram veladas coletivamente no Ginásio Poliesportivo, na sede do município onde o clima era de comoção.

Os corpos foram levados no final da tarde para à localidade de São José de Medeiros, onde aconteceu o enterro.

O prefeito de Miguel Alves, Miguel Borges de Oliveira Júnior, decretou luto oficial de três dias em homenagem às seis pessoas de uma mesma família que morreram afogados dentro de uma picape S10, que caiu da “Ponte do Riachão”, quando viajavam para o povoado Varenos, onde passariam o feriado da Semana Santa.

Matéria original publicada às 7h13 de sexta-feira (14)

Mergulhadores do Corpo de Bombeiros conseguiram resgatar os corpos das seis pessoas de uma mesma família que morreram afogadas ontem (13) à tarde, depois que o carro em que viajavam, uma picape Chevrolet S10, despencou de uma ponte sobre o riacho Calção Redondo, na localidade de Santa Rita, município de Miguel Alves, a 110Km de Teresina, no Norte do Piauí.

As vítimas foram identificadas como José Helmo Mesquita de Sousa, condutor do veículo; Leila Mara Sampaio Dias, funcionária pública, esposa de Helmo; Everton, 7 anos, filho; Lucelia Sampaio Dias, 37 anos e Pamela Gabriela Dias, 17 anos, irmãs de Leila e Evelin Kailane, de 7 anos, sobrinha do casal.

Chovia muito na hora do acidente e o motorista deve ter errado o traçado do acesso à ponte e caído no riacho, que está cheio e com forte correnteza em consequências das fortes chuvas dos últimos dias. Logo após o acidente, foram iniciadas as buscas pelo veículo, que estava com os vidros fechados, segundo o delegado de Miguel Alves, Francílio Queiroz.

Ainda ontem, moradores mergulharam no riacho e encontraram a picape. O carro foi amarrado à ponte para nãos er levado pelas águas. Os corpos só foram resgatado na manhã desta sexta-feira (14) pelos homens do Corpo de Bombeiros.

Uma viatura do Instituto de Medicina Legal foi a Miguel Alves para fazer a remoção dos corpos para exames em Teresina.

Comentários