Geral

Grátis na maioria dos estados, CNH Digital custa mais de R$ 200 no Piauí

O Piauí possui apenas 100 CNHs Digital emitidas
Fonte: Redação Piauí Hoje | Editor: Alinny Maria 08/05/2018 09:57
CNH Digital CNH DigitalFoto: Roni Rigon / Agencia RBS

A Carteira Nacional de Habilitação (CNH) digital está disponível desde fevereiro no Piauí, mas parece que a novidade não tem atraído muito os motoristas do Estado. Até ontem (6), apenas 100 motoristas emitiram a versão digital do documento no Piauí. Um dos motivos para a baixa procura pela versão digital pode está diretamente relacionado ao custo, que é mais de R$ 200.

Na maioria dos estados a CNH Digital é gratuita, mas no Piauí o valor é de R$ 207,27 para categoria A e R$ 222,07 para as demais categorias. Entre todos os estados que já aderiram à CNH Digital, o Piauí é o que menos emitiu o documento.

O presidente do Departamento Estadual de Trânsito (Detran-PI), Arão Lobão, explica que o número de emissões não está relacionado ao preço, mas sim com problemas no sistema. "A CNH digital estava bloqueada devido a falhas no sistema. O sistema vai operar normalmente e será disponibilizada a emissão da CNH com uma adequação ao novo sistema", disse o diretor.

CNH Digital

A CNH-e é a forma digital da Carteira Nacional de Habilitação, que possui a mesma validade e o mesmo valor jurídico do modelo impresso. A carteira eletrônica pode ser acessada offline, sem necessidade de conexão com a internet, mas não é possível acessar mais de uma CNH em um único dispositivo.

O serviço só está disponível para motoristas que tenham a versão da CNH impressa com o QR Code na parte interna. O QR code, código escaneável em aparelhos eletrônicos, é encontrado nas CNHs emitidas a partir de 02 de maio de 2017. Quem não tem esta versão impressa de CNH pode pagar por uma segunda via do documento ou esperar até a próxima de renovação da habilitação.

Para adquirir a CNH-e, o habilitado deve se cadastrar no site do Denatran. Após finalizar o cadastro, um link de ativação será enviado para o e-mail do usuário, que deve ser acessado e confirmado no aparelho em que a CNH-e será salva. Em seguida, é necessário baixar o aplicativo “CNH Digital”, disponível para os sistemas operacionais Android e IOS, digitar a senha cadastrada no portal, o CPF, o código ativação e informar o PIN (pode ser escolhido qualquer número).

Depois desse registro, a CNH-e é exportada para o aparelho. Para garantir a segurança das informações, o código PIN (senha) será exigido todas as vezes em que o acesso ao documento for requisitado. O sistema ainda permite o bloqueio do aplicativo caso o celular seja extraviado.

Comentários