Geral

Trabalhadores em educação denunciam gestão de WDias

Os trabalhadores estão em greve há mais de um mês
Fonte: Sinte-PI | Editor: Alinny Maria 19/07/2018 12:16
Governador do Piauí, Wellington Dias Governador do Piauí, Wellington DiasFoto: Jorge Bastos

Por meio de uma Carta Aberta, os trabalhadores em educação do Piauí, que estão em greve há mais de um mês, manifestam insatisfações com o governo estadual. A carta será entregue à população na tarde desta quinta-feira (19) durante uma panfletagem no cruzamento da Avenida Frei Serafim com a rua Coelho de Resende.

Segundo o Sindicato dos Trabalhadores em Educação do Piauí (SINTE-PI), “na Carta Aberta os trabalhadores denunciam a gestão dos recursos dos servidores que o governo desconta, como o caso dos planos de saúde, que atende mais de 300 mil beneficiários e está suspenso por falta de pagamento aos hospitais e clínicas credenciadas, os empréstimos consignados que o governo desconta do servidor e não repassa para os bancos, o repasse dos descontos dos servidores sindicalizados que não está sendo repassado para as entidades sindicais”.

Outra reivindicação dos trabalhadores é o não pagamento do reajuste após um acordo firmado em 12 de março. A categoria denuncia ainda que o reajuste dos trabalhadores em educação anunciado pelo MEC em novembro/2017 já está disponível nos cofres do governo estadual desde janeiro de 2018, e questiona por que o valor não é repassado aos trabalhadores.

Carta à População

Comentários