Themístocles será o candidato a vice de Wellington

Themístocles Filho (MDB) e Ciro Nogueira (Progressistas) Themístocles Filho (MDB) e Ciro Nogueira (Progressistas)Foto: Wilson Filho/Cidadeverde.com

Liso feito um quiabo, o presidente da Assembleia Legislativa, deputado Themístocles Filho (MDB), passou a bola para o senador Ciro Nogueira (PP). Cabe a ele a missão de informar os jornalistas sobre o encontro dos dois, na sexta-feira (4), na casa do senador, na zona Leste de Teresina. Mas é prego batido e ponta vidada: se o governador Wellington Dias (PT) decidir que é do MDB a indicação do candidato a vice-governador na chapa majoritária, o Progressistas vai exigir que o indicado seja Themístocles Filho. Nada de Marcelo Castro, que vem sendo especulado. E ponto final. [João Mádison, que testemunhou a conversa, deve ter pulado mais alto do que quando Themístocles Filho foi reeeleito, de virada, contra Fábio Novo!]

"Eu fico feliz, mas prefiro não falar. Tudo tem o seu tempo, à sua hora, não devemos adiantar muito. É melhor o senador falar do que eu. O governador sabe o momento que isso vai acontecer. No meu entendimento, nesse momento, o governador está preocupado com a liberação dos recursos que podem chegar ao Estado. O governador está em Brasília para resolver isso. Vamos esperar os desenrolar das coisas", desconversou o presidente da Alepi.

Themístocles Filho argumentou que a visita a Ciro foi um gesto de cortesia, que ele costuma fazer até com os parlamentares da oposição. "Estive na casa do senador Ciro Nogueira (PP). Estava lá o João Madison, o deputado Júlio Arcoverde, o senador Ciro e sua esposa [Iracema Portela, deputada federal], algo que é normal. Sempre que posso visito e converso com todos. Não fiz nada fora do parâmetro que costumo fazer. Visitamos todos que compõem a base aliada e até da oposição eu costumo visitar", brincou Themístocles.

Comentários