PTB se reúne para definir o rumo nas próximas eleições

Ex-senador João Vicente Claudino Ex-senador João Vicente ClaudinoFoto: Reprodução/ Portal Cidade Luz

Com a aproximação da data limite para mudança de partido sem prejuízo sobretudo para os atuais detentores de mandato, os parlamentares que pretendem trocar de sigla se apressam em definir o rumo a seguir.

O deputado estadual Dr. Pessoa, que estava “namorando” com o Rede Sustentabilidade, depois de conversar com a ex-senadora Marina Silva, em Brasília, suspendeu as conversas com o partido sobre filiação e já anda de olho em outras possibilidades.

Pessoa alegou que o Rede não tem tempo na TV e no rádio para ele levar as suas propostas para os eleitores piauienses.

Já o ex-senador João Vicente Claudino, que está sem partido e quer retornar ao PTB, anunciou a pré-candidatura ao governo pela oposição e tem um abacaxi maior para descascar: todos os nomes do PTB, inclusive o deputado federal Fábio Abreu, secretário de Segurança Pública, integram a base de sustentação do governo Wellington Dias, inclusive ocupando cargos de primeiro escalão.

O deputado estadual Hélio Isaías é secretário de Estado da Defesa Civil. O deputado José Icemar Lavôr Néri, o “Nerinho”, é secretário de Desenvolvimento Econômico e Tecnológico. A deputada Janaina Marques é secretário de Infraestrurura. A deputada Liziê Coelho é esposa do secretário de Mineração, Luis Coelho.

O deputado José Hamilton, que tem a filha Soraya Castelo Branco como ouvidoria-geral do Estado, adiantou que nesta semana os deputados do PTB vão conversar com João Vicente. Os deputados já haviam afirmado que a posição deles é a mesma, de tentar o retorno do senador para fortalecer o partido.

"O PTB tem vários deputados que exercem a função de secretário. Esses deputados não podem de uma hora para outra ser contra o governo. Ninguém vai entender. Isso não existe”, advertiu, ressaltando que o apoio a Wellington não está atrelado à ocupação de cargo na administração, “mas porque esse governo é o melhor para o Piauí”.

Caso João Vicente Claudino entenda a postura dos deputados e admita compor com o governo, o problema passa a ser do governador. Com MDB, Progressistas, PDT, PSD forçando a barrar por indicação, Wellington Dias vai ter mais um partido querendo vaga na chapa majoritária.

“Com a vinda de João Vicente, o PTB se credencia a pleitear uma vaga majoritária. Isso é natural. O MDB, PSD, PP, todos que fazem parte da base aliada pleiteiam isso. Por que o PTB não pode pleitear?”, indagou. O mês de março promete...

Comentários