Heráclito reúne imprensa em café e dispara pra todo lado

Heráclkito Fortes no café da manhã com a imprensa Heráclkito Fortes no café da manhã com a imprensaFoto: Marcelo Cardoso/GP1

O deputado federal Heráclito Forte (sem partido) reuniu jornalistas, colunistas sociais, blogueiros e outros profissionais de comunicação na manhã desta segunda-feira (18), no tradicional café da manhã de agradecimento pela cobertura jornalística do mandato. E disparou para todos os lados nas várias entrevistas que deu durante o banquete.

Além dos presentes, que incluíram livros e viagens, Heráclito Fortes distribuiu pancadas em Firmino Filho, André Baia, Ciro Nogueira, Rodrigo Dias (presidente da Funasa) e Dilma Rousseff.

A coluna separou por assuntos vários trechos das entrevistas de Heráclito Fotes, que retorna ao Democratas em março do ano que vem para disputar mais um mandato na Câmara dos Deputados.

André Baia

“Eu tenho o maior respeito pelo André Bahia. Se eu tivesse um negócio que precisasse de um vendedor, de um camelô, o André Bahia era o ideal. Agora botar pra governar o meu Piauí, jamais.

Firmino Filho

O Firmino tinha que tirar do seio dos seus liderados um nome. Puxar o André Bahia que trabalha em outro setor é bobagem. Quando o Firmino lança o André Baía, ele marca sua própria falência política".

Oposição

"Há dez dias, a oposição começou a se acomodar. A oposição no Piauí nasce no seio do Governo, convive com o Governo. O Piauí não aceita Arca de Noé. Toda vez que se enche o barco demais, o outro lado ganha. A oposição terá governista de hoje, no palanque da oposição amanhã"

Ciro Nogueira

“Nada contra o senador (Ciro Nogueira), mas sim contra o diretor (presidente Nacional da Funasa que vem ao Piauí e canaliza todo esse evento para uma pessoa só. Ele tem que respeitar o Piauí”.

Rodrigo Dias

“Nós temos uma bancada composta de 10 deputados e três senadores. Não pode se discriminar numa questão dessa nem os que são oposição. Principalmente os que são Governo e ele começou mal. Numa solenidade dessas não cita uma vez sequer o presidente Temer",

Democratas

“No início do próximo ano eu vou para o novo DEM e espero ser feliz lá como eu fui no primeiro". "Saí do Democratas na última hora de 2014 porque o partido ficou inviabilizado e não tive alternativa. Ná época, fui convidado para ir ao PSDB que tinha dificuldades de acomodação naquele momento, pois tinha preferência de alianças. Então fui para o PSB",

Dilma Rousseff

“É inaceitável uma pessoa que é rejeitada no Rio Grande do Sul e Minas Gerais se candidatar ao Senado no estado do Piauí Isso é inaceitável. O Piauí não é penico do mundo”.

Comentários