Secretaria de Saúde dá início a atividades do Maio Amarelo

Mês é voltado para a conscientização no trânsito


Amarelo Maio

Amarelo Maio Foto: Denise Nascimento

O acidente de trânsito é considerado pelo Ministério da Saúde como uma doença não transmissível pois é um agravo à saúde e traz sequelas físicas e psicológicas, além de todos os gastos com o tratamento e prevenção. A Secretaria de Estado da Saúde e parceiros promovem ações do Maio Amarelo, que teve início nesta terça-feira (7) na praça João Luís Ferreira, centro de Teresina. 


Aos pedestres e motoristas do local foram ofertados testes de glicemia, aferição da pressão arterial, ginástica laboral, fisioterapia, auriculoterapia além de distribuição de material educativo. As ações acontecem em conjunto entre governo e sociedade civil organizada.   Secretarias de Estado da Saúde e da Educação, Strans, Polícia Rodoviária Federal, Polícia Militar, Polícia Civil, Promotoria Pública do Estado, OAB, Universidades e empresas privadas.


A Ação faz parte do programa Vida no Trânsito , do Ministério da Saúde, que visa levantar informações acerca a real situação do trânsito no Brasil para poder desenvolver uma política pública e passar pelo processo de educação e conscientização da sociedade além da fiscalização. 
“Temos que trabalhar essa conscientização o ano inteiro, nós como Secretaria de Saúde trabalhamos com a municipalização dessas ações, levando para as cidades do interior essa conscientização de que toda a sociedade tem que se envolver para que possamos melhorar essa situação no nosso estado que é alarmante”, comenta Amélia Costa, coordenadora de Epidemiologia. 


De acordo com os gráficos apresentados, o Piauí lidera a taxa de mortalidade no trânsito no Brasil. A média da taxa de morte no estado piauiense é o dobro da média dos demais estados brasileiros. Um crescimento que vem ocorrendo desde o ano de 2005 e que hoje chega ao patamar de indicadores da Índia, onde o trânsito tem vitimado um percentual muito grande da população. 


Durante todo o mês de maio, serão organizadas blitz educativas, palestras e encontros, nas mobilizações serão abordados temas como sinalização e os cuidados no trânsito, além de distribuição de panfletos informativos com dicas de boas condutas no trânsito. 

Fonte: CCOM

Próxima notícia

Dê sua opinião: