INVESTIGAÇÃO

Enfermeiro é suspeito de dopar e estuprar acompanhante de paciente no Hospital São Marcos

O caso está sendo investigado pela Delegacia da Mulher e o hospital ainda não se pronunciou


Hospital São Marcos

Hospital São Marcos Foto: Divulgação

A Polícia Civil do Piauí está investigando um suposto estupro praticado por um enfermeiro dentro do Hospital São Marcos, no Centro de Teresina, em que a vítima era acompanhante de um paciente. O caso está sendo apurado pela Delegacia de Proteção dos Direitos da Mulher (DEAM) e o enfermeiro é cunhado da vítima.

O caso ocorreu no final de outubro deste ano quando a mulher estava acompanhando seu sogro, internado no hospital devido a um procedimento cirúrgico. De acordo com informações da delegada Vilma Alves, da DEAM, o enfermeiro dopou a cunhada e praticou o crime.

A denúncia partiu da própria vítima que se queixou de dores na região genitália. A mulher informou que estava muito cansada e que o enfermeiro deu a ela uma medicação para relaxar, dizendo que ela não precisava se preocupar porque ele ficaria olhando o paciente enquanto ela descansava. Ao acordar, a vítima percebeu que havia algo estranho em seu corpo.

Pela manhã, a mulher ligou para o esposo buscá-la e ela relatou o caso. A vítima foi para a delegacia e de lá encaminhada para a Maternidade Dona Evangelina Rosa, onde passou por uma avaliação médica e constatado que houve conjunção carnal. A mulher passou por exame de corpo de delito e aguardava o resultado para registrar o Boletim de Ocorrência contra o cunhado. 

O HOSPITAL

O Hospital São Marcos ainda não se pronunciou sobre o caso e não foi oficialmente notificada pela polícia até o momento. Segundo informações preliminares, a diretoria da unidade estará reunida nesta quinta-feira (19) para iniciar os procedimentos acerca do caso e deve divulgar uma nota de esclarecimento a qualquer momento. 

Próxima notícia

Dê sua opinião: