INCÊNDIOS

Piauí registra 122 queimadas e já supera ocorrências de 2019

Corpo de Bombeiros registra um aumento nos números desde o primeiro semestre


Queimadas às margens da BR-343 preocupam moradores de Campo Maior

Queimadas às margens da BR-343 preocupam moradores de Campo Maior Foto: Print do vídeo

Dados divulgados pelo Corpo de Bombeiros apontam aumento no número de queimadas registrado até junho deste ano. Enquanto em 2019, o Piauí teve 92 ocorrências, este ano já são 122 incêndios.

“O período de estiagem mal começou e, no entanto, os casos de queimadas em vegetação já aumentaram bastante. Já superou o ano de 2019. O Corpo de Bombeiros atendeu até junho 122 ocorrências, sendo que em 2019, no mesmo período, atendemos 92 ocorrências. Essa situação é ainda mais crítica ao pensarmos que estamos no meio de uma pandemia. As queimadas liberam resíduos que afetam também a saúde das pessoas”, conta a Major Nájra Nunes, Relações Públicas do Corpo de Bombeiros.

O segundo semestre no Piauí é característico pelo aumento dos focos de queimadas, agravado pelo período mais quente, chamado B-R-O BRÓ. Muitos incêndios tem início devido curto-circuito em sistemas elétricos.

Em casos de incêndios próximos a rede elétrica, além do Corpo de Bombeiros, deve ser acionada a Equatorial. “Quando é princípio de incêndio, as pessoas ainda podem atuar jogando água, usando abafadores. No caso que tiver atingido uma rede elétrica energizada, não deve haver aproximação e o Corpo de Bombeiros deve ser chamado imediatamente, por meio do número 193. E a Equatorial deve ser informada também para tomar as medidas relativas à distribuição de energia”, ressalta a Major Nájra Nunes.

Confira algumas dicas de como evitar queimadas:

– Evite acender fogueiras, principalmente próximo a rede elétrica;
– Não jogue pontas de cigarro acesas às margens de rodovias ou próximo a qualquer tipo de vegetação;
– Apague com água as cinzas de fogueiras para evitar que o vento leve as brasas para as matas e não coloque fogo em terrenos baldios ou lixões;
– Realizar os aceiros para a segurança da área – quando em período de estiagem ou com a queimada programada. Evita-se assim queimadas descontroladas ou incêndios.

Próxima notícia

Dê sua opinião: