CORONAVÍRUS

Moradores de Barras ignoram coronavírus e se arriscam em aglomerações

O secretário de Saúde do município faz um apelo para a população seguir as orientações de prevenção ao Covid-19


Em Barras, os moradores se aglomeram na agência da Caixa

Em Barras, os moradores se aglomeram na agência da Caixa Foto: Imagem enviada ao Piauí Hoje

Mesmo com os decretos estadual e municipal que determinam que não haja aglomerações para evitar a disseminação do novo coronavírus, em Barras, a 119 km ao Norte de Teresina, é possível ver a movimentação intensa de pessoas em uma agência da Caixa Econômica Federal no Centro da cidade. O registro foi feito nesta segunda-feira (30) e mostra grande quantidade de pessoas, incluindo idosos, concentradas na frente do banco e dentro de lotéricas para sacar seus benefícios sociais. 

As aglomerações são um desrespeito às orientações do Ministério da Saúde, que pede que as pessoas mantenham distância uma das outras. O Piauíhoje.com falou com o secretário municipal de Saúde de Barras, Eduardo José, que está preocupado com a situação.

"Nossa maior dificuldade é conscientizar as pessoas. Coloquei carro de som que roda de domingo a domingo nesses lugares de aglomerações, o decreto do prefeito foi entregue impresso em todos os lugares, coloquei equipes volantes de vigilância sanitária para orientar o povo, mas as pessoas não acordam para a realidade. Nossa equipe muitas vezes é muito mal recebida pelos donos de lotéricas e mercados, que deveriam ser nossos parceiros. Muitos não estão cooperando e é tudo muito difícil", lamenta o secretário.Barrenses em fila dentro de casa lotérica/Imagem enviada ao Piauíhoje.com

Eduardo José disse ainda que mesmo com a ajuda dos gerentes de bancos e da Polícia Militar, as pessoas continuam ignorando o isolamento social e indo para as ruas. "Infelizmente é muita gente para eles darem conta. A gente está fiscalizando os ônibus que chegam de São Paulo, as equipes de Vigilância Sanitária sobem nos ônibus e fazem questionários. Estamos tentando fazer tudo, mas o problema é conscientizar o povo. No fundo é tão simples, é só todo mundo ficar dentro de casa", conclui.

Muitos comerciantes não contribuem com a situação e permanecem com as lojas abertas em meio à pandemia de Covid-19, o que faz com que as pessoas saim de suas casas. Um vídeo registrado pela própria Polícia Militar flagra vários estabelecimentos abertos em Barras e grande circulação de pessoas nas ruas.


Próxima notícia

Dê sua opinião: