Campanha

Grupo Guará inicia projeto de combate à fome e capacitação do grupo LGBTQIA+ de Parnaíba

O projeto atenderá em média 100 famílias de pessoas LGBTQIA+ por um período de quatro meses


Combate a fome

Combate a fome Foto: Divulgação

A pandemia da Covid-19 fez com que a situação de vulnerabilidade social de lésbicas, gays, bissexuais, transexuais e travestis se agravasse. Por isso, o Grupo Guará, lançou na tarde de ontem, dia 26 de setembro, no Colégio Liceu Parnaibano, o projeto “Dê-me de comer, mas também uma vara para pescar”.

Durante a atividade, a doutoranda em Psicologia, Elzalina Santos fez uma dinâmica com os participantes voltada para a prevenção ao suicídio.

O projeto atenderá em média 100 famílias de pessoas LGBTQIA+ por um período de quatro meses. Além de cestas básicas, com itens de alimentação e higiene, os selecionados passarão por cursos na área do comércio, cultura, informática e turismo. Os inscritos passaram por uma análise de uma profissional da assistência social.

A atividade contou com a participação de membros do Grupo Guará, como também do produtor e arte educador, Carlos Anchieta, que representou o secretário estadual de cultura, Fábio Novo. “As ações da Secult vêm ocorrendo pela promoção cultural de entidades que promovem a cidadania e redução de desigualdades sociais”.

PROJETO

O projeto é custeado pela Secretaria de Estado da Cultura, com recursos do Prêmio Maria da Inglaterra, que o Guará venceu em 2020.

Fundado em 28 de outubro de 2003, o Grupo GUARÁ é uma Organização Não Governamental sem fins lucrativos, que atua pela promoção da cidadania junto à população LGBTQIA+.

 

Fonte: Tacyane Machado – Blog Extra Parnaíba

Próxima notícia

Dê sua opinião: