CONFUSÃO

Corpo de paciente morto com suspeita de Covid é trocado e revolta familiares no Piauí

Na manhã de ontem (04) uma ambulância do Hospital Chagas Rodrigues foi pegar o corpo que estava em Esperantina para ser velado em Joaquim Pires.


Ida da ambulância do Hospital de Piripiri à Esperantina buscar o corpo de Joaquim Pires

Ida da ambulância do Hospital de Piripiri à Esperantina buscar o corpo de Joaquim Pires Foto: Longah

Na última sexta-feira (03) um possível engano fez com que uma família de Esperantina enterrasse o corpo de um homem que era natural de Joaquim Pires. As informações são do portal Longah

Segundo a publicação, o paciente Raimundo Nonato Quirino de Carvalho deu entrada no Hospital Regional Chagas Rodrigues, de Piripiri, com suspeita de Covid-19 e veio a óbito. Uma empresa funerária teria feito o traslado do corpo para os familiares até Esperantina. 

Seguindo as recomendações da Organização Mundial de Saúde para velórios e enterros de vítimas da doença, logo o corpo foi enterrado. A família sequer chegou a ver o corpo, o que teria contribuído ainda mais para a confusão.

Acontece que familiares de um segundo paciente, da cidade de Joaquim Pires, entraram em contato com os de Esperantina informando que, na verdade, o corpo de Raimundo Nonato ainda estava no hospital de Piripiri, que houve um engano e isso resultou no enterro da pessoa errada.

Na manhã de ontem (04) uma ambulância do Hospital Chagas Rodrigues foi pegar o corpo que estava em Esperantina para ser velado em Joaquim Pires.

Através dos perfis no Instagram e no Facebook, o Piauihoje.com tentou contato com a direção do hospital para mais esclarecimentos sobre o caso. A reportagem não obteve resposta até o momento. O espaço está aberto.

Próxima notícia

Dê sua opinião: