PROGRAMA

Água Branca supera metas do programa Criança Feliz

A secretária municipal de Assistência Social, Danielly Lima, destaca a importância dos índices alcançados em Água Branca.


Evento

Evento Foto: Ascom

A Prefeitura de Água Branca, por meio da Secretaria Municipal de Assistência Social, divulgou, nesta terça-feira (3), a tabela de monitoramento das atividades desenvolvidas com o programa Criança Feliz no município. Os dados mostram que Água Branca superou os índices propostos pelo programa do Governo Federal.

A secretária municipal de Assistência Social, Danielly Lima, destaca a importância dos índices alcançados em Água Branca. "As atividades de acompanhamento e apoio seguem de forma intensificada, através das visitas às famílias e crianças, com diversas atividades importantes para o desenvolvimento infantil, considerando todo seu contexto familiar e de vida", assegura.

De acordo com a tabela de monitoramento do Criança Feliz, a quantidade de visitas realizadas superou as metas estabelecidas.

Para as crianças de 0 a 3 anos de idade do Programa Bolsa Família (PBF), a meta seria de 88 visitas semanais, mas os profissionais realizaram 368 visitas por semana, atingindo porcentagem de 104%.

Para as crianças de 0 a 36 meses do Benefício de Prestação Continuada (BPC), a meta era de uma visita por semana, mas, em Água Branca, a Assistência Social realizou duas visitas semanais, com resultado positivo de 100%.

Já para as crianças de 37 a 72 meses do BPC, as metas eram de duas visitas por quinzena, mas o índice alcançado foi de quatro visitas por quinzena.

Já com o grupo das Gestantes, cuja meta era de nove visitas por mês, foram realizadas 12 visitas mensais, atingindo 133% de resultado positivo.

Programa Criança Feliz

Lançado em 2016, o Programa Criança Feliz é uma iniciativa do Governo Federal para ampliar a rede de atenção e o cuidado integral das crianças na primeira infância. O Programa se desenvolve por meio de visitas domiciliares com a finalidade de promover o desenvolvimento integral das crianças na primeira infância, buscando envolver ações de saúde, educação, assistência social, cultura e direitos humanos.

Fonte: Ascom Agua Branca

Próxima notícia

Dê sua opinião: