Política

Zé Carvalho do PCdoB diz que Lula toca o coração do brasileiro

Fonte: Flash Luiz Brandão | Editor: Cintia Lucas 02/09/2017 19:44
Zé Carvalho do PCdoB Zé Carvalho do PCdoBFoto: Luiz Brandão

Diversos representantes de movimentos de esquerda estão presentes na praça do Residencial Esplanada, na zona Sul de Teresina, neste sábado, 2, para recepcionar o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Representando o PCdoB, José Carvalho, disse que Lula mais uma vez mostrou para o Brasil inteiro a capacidade que ele tem de tocar o coração do povo brasileiro.

“O PCdoB entende isso como mais uma atitude importante do presidente Lula de fazer esta cruzada cívica começando pelo Nordeste. O Nordeste que é tão significativo para ele, Nordeste que ele fez tanto no seu governo. Lula está ameaçado de prisão, de ser condenado, de ser afastado da eleição de 2018, e isso é extremamente grave. Uma eleição de 2018 sem o presidente Lula é uma eleição ilegítima, é um outro golpe”, disse José Carvalho.

Para ele, a ausência do ex-presidente na próxima eleição vai gerar uma revolta popular. “Tenho a impressão de que eles não terão coragem de fazer isso por causa da revolta popular, o sentimento do povo é de que se o presidente Lula não estiver disputando, não será legítimo. O Brasil para voltar à normalidade, precisa ir às urnas e escolher um presidente que tenha com a nação o compromisso do resgate da democracia, da soberania nacional e da retomada dos programas sociais”, afirma Zé Carvalho.

Ele diz que Lula unifica o sentimento do povo brasileiro por uma nação justa. “E nisso o PCdoB está junto. Todo cidadão que tem sentimento progressistas democrático, está do lado do presidente Lula. O golpe tinha um desenho, a retomada do projeto neoliberal do Brasil, O fim dos direitos trabalhistas, a ideia de acabar com a previdência pública, a redução dos recursos da educação, saúde, programas sociais, fim do patrimônio. O golpe tinha um objetivo: afastar uma presidente que tinha compromisso com o povo brasileiro e retomar o programa neoliberal que foi derrotado pelo presidente Lula, que era o de Fernando Henrique Cardoso”, disse Zé Carvalho.

Comentários