Política

Uso do celular ao volante é uma das maiores causas de acidentes

Lei proposta pelo vereador Dudu (PT) prevê campanha permanente de conscientização
Fonte: Assessoria | Editor: Paulo Pincel 25/09/2017 16:34
Multa para quem dirige e usa celular fica mais cara Multa para quem dirige e usa celular fica mais caraFoto: Divulgação

O vereador Dudu (PT) elaborou a Lei 5.026/17, já sancionada pelo Executivo Municipal, que promove a campanha permanente de conscientização do não uso do celular no trânsito. Dudu argumenta que o uso do celular ao volante aumenta consideravelmente os riscos de acidentes e é uma das principais causas de mortes de trânsito no Brasil.

“Conversar no celular reduz a concentração de um motorista no trânsito e qualquer distração pode ser fatal. Os números de acidentes de trânsito são assustadores. De 23.751 pessoas internadas no Hospital de Urgência de Teresina em 2016, 7.125 foram vítimas de acidentes de trânsito", afirmou o vereador Dudu.

A lei prevê a promoção de debates, seminários, simpósios e palestras abordando o tema, distribuição de panfletos e material informativo, além de ações educativas sobre os riscos de uso do celular no trânsito.

“Diariamente são diversos casos registrados. Este ano aconteceu um acidente entre as cidades de São Julião e Fronteiras que mostra os riscos do uso do celular ao volante. Cinco amigas estavam fazendo um vídeo selfie dentro do carro cantando e é possível ver que a condutora tira a atenção da estrada várias vezes para olhar em direção à câmara. Logo depois, elas se envolvem em um acidente e uma das meninas veio à óbito. Nossa intenção é evitar que mais vidas como essa sejam perdidas. Nós temos como evitar esses acidentes e a campanha é sobretudo uma ação de conscientização sobre o perigo do uso do celular no trânsito”, exemplificou Dudu.

No Brasil, o código de trânsito proíbe o celular desde 1997. O motorista que for flagrado falando ao celular ou mandando mensagens enquanto dirige estará cometendo infração gravíssima, com pagamento de multa no valor de R$ 293,47, além de receber sete pontos na CNH (Carteira Nacional de Habilitação).

Comentários