Política

Sinte vai parar todas as escolas estaduais no próximo dia 26/9

Fonte: Sinte | Editor: Paulo Pincel 14/09/2017 10:40
Cartaz da manifestação do Sinte Cartaz da manifestação do SinteFoto: Sinte

Os trabalhadores em educação vão parar em rtodos os municípios do Piauí no dia 26 de setembro. O Sindicato dos Trabalhadores em Educação Básica Pública do Piauí vai realizar um protesto na frente do Palácio de Karnak, às 9h do dia 26 de setembro próximo para cobrar do governador Wellington Dias várias promessas não cumpridas.

"A Educação do Piauí vai parar" é o slogan da manifestação que pretende suspender o funcionamento de todas as escolas públicas estaduais em todos os municípios do Piauí.

A presidente do Sinte, Paulina Pereira Silva de Almeida, reclama que o governo deve o reajuste dos servidores administrativos, inclusive os aposentados, bem como as gratificações, além de não ter feito o reenquadramento da categoria.

O Sinte ifnrou que a paralisação foi aprovada devido ao descaso do governador em não receber os trabalhadores em educação, uma vez que foi protocolado um ofício solicitando audiência há exatamente dois meses, e até o momento nenhuma resposta por parte do governo quanto à sua disponibilidade em receber os trabalhadores.

Ainda segundo a presidente do Sinte, a pauta da educação é uma assunto antigo e que depende única e exclusivamente do governador Wellington Dias, pois o Sinte-PI já esteve reunido várias vezes com os secretários da administração, da educação e da secretaria de governo, porém nada foi resolvido e o que tivemos como resposta foi “só com o governador”, de todos os secretários.

“Temos muitas reclamações de servidores que estão há mais três anos aguardando uma resposta do governo para que possam se aposentar”, acrescentou Paulina Almeida. “Vamos parar as atividades para alertar o governador da força dos trabalhadores em educação, queremos uma resposta ao atendimento das nossas reivindicações, que já se arrastam por anos”.

Pauta:

- Reajuste dos Administrativos

- Gratificações

- Aposentadorias

- Reenquadramento

Comentários