Cidade

Setre fomenta a economia no Estado através da Feira Estadual de Economia Solidária

O evento está acontecendo no pátio da Seduc até quarta (6).
Fonte: Governo do Piauí | Editor: Redação 05/09/2017 13:47
A feira acontece até quarta-feira (6) no pátio da Seduc. A feira acontece até quarta-feira (6) no pátio da Seduc.Foto: Jean Carlos

A Feira reúne artesãos, associações e cooperativas de pequenos produtores da capital e cidades do interior do Estado, como Pedro II, também nossos vizinhos timonenses. O Evento está acontecendo no pátio da Secretaria de Estado da Educação (Seduc), seguindo para o segundo dia. Nesta quarta-feira (6), acontece o encerramento das exposições dos microempreendedores do Estado.

A estimativa da Diretoria de Empreendedorismo, Associativismo e Cooperativismo (DEAC), era de atender 30 expositores, porém, o número ultrapassou para 37 cadastrados. Para Marilene Aguiar, diretora da DEAC, os empreendedores buscam participar desta feira para dar visibilidade ao produto que eles têm a oferecer para a comunidade. “Tínhamos que dar oportunidade para novos empreendedores, aumentamos o número de stands na exposição, buscando dar a visibilidade que eles precisam para demonstra o seu trabalho. Pretendemos aumentar ainda mais este número para as outras edições”, afirmou.

Os stands em exposição contam com produtos de artesanato em tecido, cerâmica e madeira, além de gastronomia, vestuários, e artigos recicláveis. Para os expositores a feira é uma alternativa inovadora na geração de trabalho, na inclusão social e de reconhecimento. Assim afirma Maria Rosa, membro da Associações Belas Artes de Timon. “Participamos desde a primeira feira, recebemos um desafio de colocar a máquina de tecelagem na praça Rio Branco, para provar que éramos nós que produzíamos as peças. Tecemos na frente de várias pessoas que gostaram do nosso trabalho, e então, desde aquele dia estamos participando da Feira, para nós, foi o melhor reconhecimento”, afirmou Rosa.

É essa perspectiva que a Setre trabalha para a realização das feiras e concretização dos objetivos esperados pelo projeto que faz parte da Economia Solidária. Projeto esse que vem se apresentando nos últimos anos como inovadora alternativa de geração de trabalho e renda e uma resposta a favor da inclusão social. Proporcionando uma diversidade de práticas econômicas e sociais organizadas sob a forma de cooperativas, associações, entre outras.

O secretário de Estado do Trabalho e Empreendedorismo, Gessivaldo Isaías, falou que a economia solidária é de grande importância para o desenvolvimento do estado. "Foi pensando nisso que o Governo, por meio da nossa secretaria, buscou fortalecer essa economia no Piauí, com as feiras realizadas mensalmente e de trabalhos realizados em prol desta atividade”, conclui o gestor.

A Feira Estadual de Economia Solidária acontece até esta quarta (6) das 7h30 às 13h30, no pátio da Secretaria de Estado da Educação (Seduc), localizado na Avenida Pedro Freitas - São Pedro.

Comentários