Geral

Sindicato vai analisar ilegalidade da greve dos servidores da radiologia do HUT em audiência

Fonte: Redação | Editor: Alinny Maria 19/04/2017 09:30
Greve da Saúde Municipal de Teresina Greve da Saúde Municipal de TeresinaFoto: Divulgação

O Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Teresina (SINDSERM) recebeu, nessa terça-feira (18), uma cópia da decisão do Desembargador Sebastião Ribeiro Martins em que determina a suspensão da greve no setor de radiologia do Hospital de Urgência de Teresina (HUT) e volta imediata ao trabalho. A ilegalidade da greve foi decretada na quarta-feira (12), mas somente ontem o SINDSERM foi oficialmente notificado.

De acordo com a decisão, em caso de descumprimento, o desconto dos dias não trabalhados ocorrerá a partir de hoje, 19 de abril (dia seguinte à intimação).

Segundo o SINDSERM, será convocada uma Assembleia específica dos (as) servidores (as) da saúde municipal para discutir os rumos do movimento e a Greve Geral nacional do dia 28 de abril, contra a Reforma da Previdência, Reforma Trabalhista e terceirizações.

A greve teve início no dia 11 de abril após o corte da produtividade de 28 radiologistas do HUT. Benefício que era pago há 11 anos aos servidores.

Documento que decreta ilegalidade da greve

Comentários