Política Nacional

Procuradora da Câmara agride repórter durante entrevista

Repórter quis saber sobre o aumento de R$ 3 mil no salário dos vereadores
Fonte: G1 | Editor: Paulo Pincel 22/12/2017 08:50
Procuradora agride repórter da TV Band Procuradora agride repórter da TV BandFoto: Reprodução

A procuradora jurídica da Câmara Municipal de Uberlândia, no Triângulo Mineiro, Alice Ribeiro, agrediu o repórter da TV Band, Ricardo Martins, durante uma entrevista na quarta-feira (20) sobre a suspensão pela Justiça do aumento de quase R$ 3 mil no salário dos vereadores.

Segundo o repórter, a entrevista teria sido marcada com o presidente da Câmara, Alexandre Nogueira (PSD), mas quem apareceu foi a procuradora, que começou a conversa de forma monossilábica.

Durante a entrevista, ela informou que vai recorrer da decisão da Justiça, dessa terça-feira (19), quando o juiz João Ercy, da Primeira Vara da Fazenda Pública de Uberlândia, concedeu uma liminar suspendendo o aumento dos parlamentares da casa. Com o reajuste, aprovado pelos vereadores na última quinta (14), o salário passaria de R$ 15.031,62 para R$ 18.007,88, representando quase 20% de aumento. O magistrado alegou que a lei proíbe que os vereadores aumentem o próprio salário na mesma legislatura. O novo salário entraria em vigor a partir de janeiro de 2018.

O repórter perguntou também à procuradora se ela acha o aumento imoral diante da situação que passa o país. "Se você acha a Constituição Federal imoral problema seu", respondeu a procuradora de forma ríspida.

A conversa ganha um tom mais agressivo. "A senhora está com algum problema comigo, particular? Nunca lhe vi. Por que este questionamento desta maneira? Porque você é capcioso". Em seguida, a procuradora se levanta, toma o microfone da mão do repórter e o chama de "ordinário".



Comentários