Polícia

Preso acusado de matar empresário em desfile de bloco

Neurivan Alves Loiola Filho, o “Neném”, foi preso em Manoel Emídio
Fonte: Polícia Civil | Editor: Paulo Pincel 04/03/2019 12:46
O acusado e a vítima O acusado e a vítimaFoto: Reprodução

A Polícia Militar de Manoel Emídio prendeu Neurivan Alves Loiola Filho, o “Neném”, acusado de matar o empresário Mayk William Pereira Portela, 23 anos, no bloco “Tome Dalila”, no dia 12 de fevereiro do ano passado. O crime aconteceu perto da praça do Mafrense, zona Norte de Teresina.

Contra Neném havia um mandado de prisão expedido pela justiça. O acusado está preso delegacia de Polícia Civil de Bom Jesus. “Ele possuía um mandado de prisão em aberto pelo DHPP. Então eu pedi apoio a alguns colegas, pois possuíamos algumas informações de onde ele se encontrava e, por coincidência, ele foi preso ontem e me informaram”, comentou o delegado Genival Vilela, que efetou a prisão.

“É um caso que ainda está em apuração. Há várias suposições sobre a motivação pela qual ele teria praticado o homicídio. Nós ainda vamos interrogá-lo e esperar esclarecer”, completou delegado.

Neném é suspeito de outros crimes.

Como foi

Na noite do dia 12 de fevereiro de 2018, quando participava da festa do bloco “Tome Dalila”, no Mafrense, Mayk Portela foi executado a tiros. Um primo de Mayk, identificado como Rodrigo Portela Rios, também foi baleado.

Comentários