Política

Novo presidente da Eturb promete asfaltar o Morada Nova

Vereador Caio Bucar assume o cargo nesta segunda-feira (1º/4)
Fonte: Paulo Pincel 31/03/2019 08:47
Festa pelos 32 anos do Conjunto Morada Nova Festa pelos 32 anos do Conjunto Morada NovaFoto: PAULO PINCEL/PH

As mais de duas mil famílias que residem no Morada Nova, na zona Sul de Teresina, comemoram, na noite desse sábado (30), muito mais que os 32 anos de existência do conjunto, que virou bairro há mais de uma década. Ontem, os moradores que foram à Unidade Escolar Alberto Silva para comemorar a data e a assistir à posse da nova diretoria da Associação de Moradores do Morada Nova (Asmon), receberam uma boa notícia, dada pelo vereador Caio Bucar (PRTB), de que todas as quadras, ruas e avenidas do Morada Nova serão asfaltadas.

A promessa foi feita durante a festa, com direito a parabéns, entrega de lembranças e corte de um bolo de 48 kg doado por um empresário do bairro, da qual também participaram o vereador Evandro Hidd (PDT) e a diretora de Engerpi, Ana Lúcia Rebelo, além dos presidentes de várias associações de moradores de bairros de Teresina, que foram prestigiar a posse da nova diretoria da Asmon, para o triênio 2019/2021. A associação será presidida pela professora aposentada Maria de Lourdes Abreu, que foi reconduzida ao cargo em eleição no ano passado.

Bolo de 48 kg para comemorar os 32 anos do Morada Nova
Bolo de 48 kg para comemorar os 32 anos do Morada Nova [Fotos: PAULO PINCEL/PH]

O vereador Caio Bucar prometeu que todas as vias do Morada Nova serão pavimentadas. Bucar assume na próxima segunda-feira (1), o presidência da Empresa Teresinense de Serviços Urbanos (ETURB). Assume a vaga dele na Câmara Municipal o suplente Stanley Freire, filho do ex-deputado federal e apresentador de TV Silas Freire.

Vereador Caio Bucar com a presidente Lourdes Abreu
Vereador Caio Bucar com a presidente Lourdes Abreu [Fotos: PAULO PINCEL/PH]

A história

O Morada Nova tem 22 quadras começou a ser construído ainda no governo de Hugo Napoleão (PDS) e concluído no governo Bona Medeiros (PFL), mas os apartamentos só foram entregues na gestão de Alberto Silva (MDB). A primeira etapa do conjunto foi entregue no dia 29 de março de 1987.

Na época, os moradores receberam os imóveis sem o mínimo de infraestrutura para ocupação. Nos apartamentos, não havia água e energia e nem linha de ônibus circulando pelo conjunto. “Era tudo muito precário, as ruas e quadras sequer tinham calçamento. O pouco asfalto que existe nas vias do conjunto só chegou muito tempo depois. e ainda hoje é objeto de idas e vindas na prefeitura, no governo do estado. Uma promessa de quase três décadas que nunca foi cumprida e uma das bandeiras encampadas pela associação de moradores”, lembrou Carlos José Almeida, servidor público e morador da quadra 17.

Em 1990, os moradores dos apartamentos da segunda fase receberam seus imóveis. “De lá para cá, o nosso bairro evoluiu, a passos lentos, é verdade, mas avançamos. ganhamos linha de ônibus, praça, igreja, academia de ginástica na praça, completamente renovada estruturada. A Polícia Civil se fez presente, com a Delegacia de Entorpecentes e depois com a Delegacia de Homicídio. Agora estamos tentando fazer com que a Polícia Militar instale um posto avançado para o policiamento ostensivo nos bairros do entorno do Morada Nova, como Bela Vista, Lourival Parente, Parque Rodoviário, Hugo Prado e outros”, adiantou a presidente Lourdes Abreu.

O comércio do Morada Nova impressiona, principalmente a gastronomia
O comércio do Morada Nova impressiona, principalmente a gastronomia [Fotos: PAULO PINCEL/PH]

Comentários