Polícia

PM forma primeira turma em operações especiais

São dez novos "caveiras", como são chamados os homens do BOPE
Fonte: PM-PI | Editor: Paulo Pincel 27/12/2017 12:33
"Caveiras" fazem demostração de abordagem em operações especiais "Caveiras" fazem demostração de abordagem em operações especiaisFoto: Flickr/PM-PI

O comandante-geral da Polícia Militar do Piauí, coronel Carlos Augusto, presidiu na manhã desta quarta-feira (27) a solenidade de encerramento e entrega de certificados da primeira turma do curso de Operações Especiais da PMPI (COESP) na sede do Batalhão de Operações Especiais (BOPE).

O objetivo do curso foi treinar policiais para gerir e resolver situações críticas que envolvam resgate de reféns, desativação de artefatos explosivos, busca e captura de infratores em locais de difícil acesso e operações de contraterrorismo que se desenvolvem com base no tripé: suporte logístico apropriado; protocolos operacionais e policiais com capacitação e habilitação específicas. As intervenções especializadas na gestão de ocorrências de alto e altíssimo risco requerem profissionais treinados e testados nas situações mais extremas. Assim, se tornam aptos a prestar um serviço de excelência na promoção de liberdades e direitos fundamentais.

Piauí era o único estado do Nordeste que ainda não havia capacitado turmas em Operações Especiais. A realização do COESP neste ano se justificou pela necessidade de aumento de efetivo especializado do Batalhão de Operações Especiais (BOPE), para emprego em ocorrências complexas que vem aumentando em nosso Estado como roubos de caixas eletrônicos com uso de explosivos, roubos a bancos com reféns e rebeliões em presídios com reféns.

Foram inscritos no Curso 64 (sessenta e quatro) PMs e após algumas etapas habilitatórias foram efetivadas 41 (quarenta e uma) matrículas, dos quais apenas 10 (dez) concluíram o Curso com aproveitamento.

O curso foi realizado nas instalações do Batalhão de Operações Especiais da PMPI, no Campo de Treinamento do Exército Brasileiro em Beneditinos-PI, no Quartel do Corpo de Bombeiros Militar do Piauí, nas Polícias Militares do Distrito Federal, Goiás, Minas Gerais, Bahia e Pernambuco.

O COESP foi supervisionado pelo Tenente Coronel PM Sousa Filho, com a direção do Tenente Coronel James, coordenação do Capitão PM Francílio Alves, apoio do Secretário do COESP 1º Tenente Eliakim, com o auxílio dos monitores: 2º Sargento PM Ediwilson, 2º Sargento PM Cardoso, 3º SGT PM Sammyr e do Soldado PM Fortes.

O orador do 1º COESP da PMPI Capitão Evandro Vasconcelos fez menção às dificuldades no transcorrer do Curso e a vocação do exercício do ofício de policial: “Devemos admitir que guerra e paz são antíteses, e assim temos de nos dedicar a vigiar pela paz e a propaga-la sob pena de não nos lançarmos em uma situação de guerra, e isto não é barato e não é farto. Dedicar-se a isto não é simples, mas é uma vocação. Requer provas de vocação, dedicação e seriedade. Saibam todos que desde os tempos em que o homem começou a sentar-se em volta do fogo, houve necessidade de vigiar e proteger. E precisamos assim lembrar dos anjos do Senhor e refletir sobre sua missão. São vigilantes e protetores... Esperamos merecer a confiança de todos os que conosco sofreram e se dedicaram nesta jornada dura e de ausência.”

O Comandante do BOPE Tenente Coronel James relatou sobre a devoção que os policiais têm com a sua profissão e é o que anseia a população. Tratou da perseverança, responsabilidade e desafios para os novos caveiras: “Caros caveiras, a missão não acabou, ela está se iniciando, recheada de responsabilidades e desafios. Confiem nos senhores e nas ferramentas que adquiriram para solucionar problemas nesse terreno volátil, incerto, complexo e ambíguo, sempre com a intenção do propósito de melhor cumprimento da missão”.

Estiveram presentes o secretário de Estado da Segurança Pública, capitaão-PM Fábio Abreu; comandante do 25º BC, tenente-coronel Nixon; o comandante do 2º BEC e da Guarnição Federal de Teresina, coronel Alessandro; comandante do BOPE do Estado do Pará, major Anilson; e o comandante do Comando de Missões Especiais do Estado do Pará, coronel Queiroz.

Encerramento do curso de Operações Especiais
Encerramento do curso de Operações Especiais
Encerramento do curso de Operações Especiais
Secretário de Segurança Pública, Fábio Abreu, cumprimenta policial do BOPE

Encerramento do curso de Operações Especiais
Policial do BOPE com a esposa (Fotos: PM-PI)

Comentários