Polícia

Operação prende cinco suspeitos com coquetel molotov para incendiar ônibus

Fonte: Cintia Lucas 28/08/2017 11:05
Dois ônibus de turismo foram incendiados em Teresina Dois ônibus de turismo foram incendiados em TeresinaFoto: Reprodução/Youtube

Atualizada às 11h06

O Grupo de Repressão ao Crime Organizado (Greco) informou que a organização criminosa suspeita de incêndios a veículos em Teresina, na semana passada planejava novos ataques para esta semana. Mais cinco suspeitos foram presos nesta manhã.

Durante o cumprimento de mandados, os policiais apreenderam seis coquetéis molotov que seriam utilizados em novas ações incendiárias. De acordo com o Greco, os artefatos são potentes. Apenas um tem poder de destruição de um ônibus.

Os suspeitos devem responder por associação criminosa e posse de artefato incendiário. O detento apontado como o mandante foi transferido da Casa de Custódia, mas ainda não foi ouvido. Além dele, o Greco investiga a participação de outros detentos que também teriam ordenado os incêndios.

Matéria original

A Diretoria de Inteligência (DINT) e o Grupo de Repressão ao Crime Organizado (GRECO), com o apoio da Diretoria de Inteligência da PM/PI e do Comando de Policiamento Especializado da PM/PI, realizam nesta segunda-feira, 28, a segunda fase da Operação Coerção.

A operação cumpre mandados de busca e apreensão, solicitados pelo delegado Laércio Evangelista, do GRECO, em medida deferida pelo juiz Luiz de Moura Correa, da Central de Inquéritos Policiais.

A Operação Coerção foi lançada dia 24 com o objetivo de cumprir 20 mandados de busca e apreensão e coibir atos contra o sistema prisional que culminaram em crimes de incêndio de veículos em Teresina. Uma mulher, identificada como Fabiana Silva, esposa de um dos detentos da Casa de Custódia, está presa.

A operação, em sua primeira fase, cumpriu mandados de prisão temporária e busca e apreensão. Paralelamente ao cumprimento dos mandados, a Secretaria de Justiça, com o apoio da Polícia Militar, executou uma revista geral em todos os pavilhões da Casa de Custódia, e fez a remoção de alguns presos para outras unidades prisionais do Estado do Piauí.

Comentários