Cultura

Obras de arte de detentos do Piauí são selecionadas em concurso internacional

Fonte: Ascom Secult | Editor: Redação 24/11/2017 14:21
Foto FotoFoto: Reprodução


Quatro obras de artes de detentos do Sistema Prisional do Piauí foram selecionadas no 4º Concurso Internacional de Arte para Pessoas Privadas de Liberdade. As obras serão exibidas durante exposição no Museu Nacional de Liechtenstein, em vernissage que acontecerá em fevereiro de 2018.

Promovido pela Art and Prison, associação sem fins lucrativos, o concurso tem o propósito de motivar os presos a refletirem sobre a própria vida, por meio da arte, e promover a ressocialização. Participaram do concurso 371 obras, de detentos de 23 países. Do Brasil, 47 obras de artes concorreram no concurso, sendo as quatro do Piauí.

“É um passo muito importante, pois existe uma realidade que a sociedade não conhece. A arte possibilita refletir e abraçar uma nova oportunidade de vida, e as pessoas privadas de liberdade também estão tendo essa oportunidade no Piauí”, pontua Valdsom Braga, coordenador de Projetos Artísticos da Secretaria de Justiça.

As obras selecionadas no Estado para o concurso foram os seguintes quadros: “A verdadeira Liberdade”, Francisco Gomes da Silva; “Pensamentos Livres”, Amanda Josiely; “Um olhar além das grades”, de Edilene da Silva; e “O recomeço”, de Jacyara Pires.

O secretário de Justiça, Daniel Oliveira, destaca que a seleção das obras dos piauienses é reflexo da busca incessante pela ressocialização. “Trabalhamos, diariamente, para manter a paz e a ordem no sistema. Educação e arte são pilares desse objetivo reintegrar socialmente essas pessoas”, ressalta.

Foto

Comentários