Cidade

Strans multa veículos parados em congestionamento após acidente

O trânsito no entorno da Marechal ficou congestionado das 10h às 14h30
Fonte: Paulo Pincel | Editor: Alinny Maria 08/05/2019 14:05
A moto ficou no local das 10h30 até perto das 15h A moto ficou no local das 10h30 até perto das 15hFoto: Joaquim Lima/Celular

A Superintendência de Transportre e Trânsito não perdoou nem quem tentou evitar ficar preso no congestionamento monstro - das 10h30 até perto das 15h - desta quarta-feira (8), nas ruas que dão acesso à Avenida Marechal Castelo Branco, nas proximidades da ponte da Avenida Frei Serafim, sentido Norte/Sul. Um motociclista que fazia entregas colidiu na traseira de um veículo sob a ponte e deixou o trânsito caótico por mais de cinco horas. O motoqueiro ferido foi levado de ambulância para Hospital de Urgência de Teresina (HUT).

Depois que a vítima foi removido, a moto e o carro permaneceram no local, aguardando a perícia. Os motoristas tiveram que enfrentar o trânsito lento e, na tentativa de escapar do engarrafamento, muitos pararam os carros e foram multados pela Strans.

Um repórter do portal PIAUIHOJE.COM flagrou a ação de dois agentes em uma viatura da Strans. Mesmo com as pessoas dentro dos carros, acenando que estavam parados, depois de ficarem presos no tráfego, os agentes ligavam a sirene de alerta e anotavam as placas dos veículos.

“Eu desci do carro em frente ao TRE-PI para fotograr a o engarrafamento e informar ao portal e à propria Strans sobre o que estava acontecendo, pois não é normal aquela situação numa via de pouco movimento, exceto no horário de rush, quando os pais vão buscar os filhos nas escolas e as pessoas saem para o almoço", contou o repórter.

"Fiz as fotos rapidamente e entrei no carro. Nesse instante, chegou uma viatura da Strans. Eram dois agentes, que ligaram um sinal sonoro. Eu baixei o vidro e sinalizei que estava saindo. Eles voltaram a buzinar. Eu baixei o vidro e disse que já estava de saída, pedi que tivessem calma, até porque estavam tudo engarrafado, parado. O motorista não baixou o vidro e ignorou o que eu dizia. O outro agente, que estava no banco do carona, anotou a minha placa”, contou o jornalista Paulo Barros, o "Paulo Pincel".

Depois do ocorrido, o jornalista estacionou numa vaga e seguiu para a Assembleia Legislativa, de onde tentou contato com a Strans pelo número (86) 3122-7617. Sem conseguir completar a chamada depois de várias ligações - o número só dava ocupado -, o repórter tentou o celular do coronel-PM Jaime Oliveira, diretor da Strans. O número - (86) 994**-**43 - estava fora de área.

Foram várias tentativas sem sucesso. O jornalista então telefonou para uma amiga, da Assessoria de Imprensa da Prefeitura de Teresina. E conversou com ela. A assessora ficou de se inteirar sobre os fatos e retonar a ligação.

A viatura da Strans no local da batida
Os guardas da Strans orientam o tráfego, que ficou congestionado [Foto: Joaquim Lima]
O tráfego ficou complicado até perto das 15h
A moto permaneceu no local do acidente por mais de quatro horas [Foto: Joaquim Lima]
O tráfego parado na frente ao TRE-PI
O tráfego parado na frente ao TRE-PI [Foto: Paulo Pincel]


Comentários