Cidade

Morre o Desembargador Alvaro Brandão Filho

Nasceu em Pedro II, Estado do Piauí, no dia 19 de maio de 1924.
Fonte: Redação | Editor: Redação 21/02/2019 08:32
Alvaro Brandão Filho Alvaro Brandão FilhoFoto: Divulgação

Morreu hoje (21) o desembargador Álvaro Brandão Filho, pai do desembargador Federal Carlos Brandão. Nasceu em Pedro II, Estado do Piauí, no dia 19 de maio de 1924. Filho de Álvaro Brandão e Maria Amélia de Andrade Brandão, bacharelou-se pela Faculdade de Direito do Piauí em 1953.

"Faleceu depois de uma luta incansável pela vida, "meu Pai, Álvaro Brandão Filho, finalmente descansou e está em paz na morada eterna, onde já se encontra sua inesquecível e adorada esposa e companheira Cecy Pires Brandão", lamento de Carlos Brandão (foto abaixo)

Desembargador Carlos Brandão


Homem que compunha nas letras clássicas de Cícero, Álvaro Brandão Filho exerceu a Advocacia e a Promotoria de Justiça do Estado do Piauí.
Como Juiz de Direito, pontificou nas cidades de Regeneração, São Pedro, Piripiri, Floriano. Em Teresina, exerceu a titularidade da Vara de Família e do Juizado de Menores.
Como Desembargador, foi Corregedor Geral de Justiça e presidiu o Tribunal de Justiça do Piauí e o Tribunal Regional Eleitoral.
Deixa a Vida para a Mansão dos Mortos aos 94 anos de idade, 10 filhos, dezenas de netos muitos amigos e admiradores.
Compõe a categoria dos Homens do Sertão, intrépidos e determinados a vencer.

Aposentou-se em 19 de maio de 1994. Foi agraciado com o título de Patrono do Fórum da Comarca de Aroazes, PI.

O Piauihoje se solidariza com a família neste momento difícil

NOTA DE PESAR

O Tribunal de Justiça do Estado do Piauí (TJ-PI), com imenso pesar, comunica a magistrados e servidores o falecimento do desembargador aposentado Álvaro Brandão Filho, ao tempo em que decreta luto oficial de três dias. A bandeira do Tribunal de Justiça trapeja a meio mastro. Ex-presidente do TJ-PI e do Tribunal Regional Eleitoral do Estado do Piauí, o desembargador Álvaro Brandão construiu exitoso legado profissional na magistratura, tendo atuado também como advogado e promotor de Justiça. Deixa uma família próspera, honrada e feliz, a quem manifestamos a solidariedade do Judiciário piauiense.

Informamos que o velório será realizado a partir das 10h, na Rua São Pedro, 3155, Ilhotas. O sepultamento acontecerá às 16h30, no cemitério São José.

Des. Sebastião Ribeiro Martins
Presidente do TJ-PI

Comentários

Apoio: