Cultura

MIS tem programação especial para amantes de fotografia em maio

Há exposições de imagens de refugiados do Oriente Médio à Europa, fotografias dos séculos XIX e XX e imagens feitas com smartphones
Fonte: As informações são do jornal O Estado de S. Paulo. | Editor: Redação 08/05/2017 07:58
Exposições de imagens de refugiados do Oriente Médio à Europa Exposições de imagens de refugiados do Oriente Médio à EuropaFoto: Reprodução

Os amantes de fotografia não podem perder o Maio Fotografia no MIS 2017, um mês todo dedicado a expor trabalhos de fotógrafos cujos trabalhos destacam-se pela relevância estética, política e social.

Até 28 de maio é possível ver a exposição Revista Camera – A fotografia dos séculos XIX e XX, criada a partir da coleção do fotógrafo Allan Porter, editor da cultuada revista suíça Camera, uma das mais importantes publicações do mundo da fotografia.

Confira a programação completa aqui.

Outro destaque é Farida, um Conto Sírio, trabalho inédito do brasileiro Mauricio Lima, que acompanhou durante seis meses o fluxo migratório de refugiados do Oriente Médio à Europa.

Já os apreciadores de fotografias produzidas em smartphones ou celulares vão se esbaldar com a mObgraphia Cultura Visual, com trabalhos dos fotógrafos Penna Prearo, Maureen Bisilliat, Nair Benedicto e German Lorca, veteranos que foram desafiados a apresentar trabalhos usando câmeras de captura digital de telefones celulares.

Uma seleção de 75 trabalhos dos cinco fotógrafos que compõe o Hikari Creative – coletivo formado por Adriana Zehbrauskas, Ako Salemi, Eric Mencher, Marina Sersale e Q. Sakamaki – compõe a mostra A arte da observação urbana, que traz registros que buscam dar uma dimensão apropriada para a importância das narrativas visuais.

Há, também, a mostra passagens da inocência, de Giullia Paulinelli. É a segunda mostra apresentada pelo programa Nova Fotografia 2017, espaço do MIS dedicado a fotógrafos promissores e uma série de outras atrações capazes de agradar todo fã de imagem.

Comentários