Política

Marcelo desmente saída do MDB e indicação de vice

"É boato, isso não tem o menor fundamento", garantiu o presidente do MDB
Fonte: Paulo Pincel | Editor: Alinny Maria 06/03/2018 22:30
Deputado federal Marcelo Castro (PMDB) Deputado federal Marcelo Castro (PMDB)Foto: Paulo Pincel

O presidente do MDB no Piauí, deputado federal Marcelo Castro, desmetiu os vários boatos que circularam nas redes socais sobre a sua saída do MDB para ingressar no PR e sobre a sua indicação a vice-governador na chapa de Wellington Dias. "Isso não procede".

Marcelo também comentou a decisão do ex-ministro e presidente do Conselho Nacional do Sesi, João Henrique Sousa, de desistir da pré-candidatura a governador.

Saída do MDB

“Tem um boato. Isso não tem o menor fundamento, que aconteceu foi um convite pelo presidente do PR, mas, de uma maneira muito sutil, muito educado. Tenho quase 40 anos de PMDB, 8 mandatos sempre disputados pelo PMDB, estou com 68 anos de idade e é muito difícil de uma pessoa da minha idade mudar de partido’’.

Vice de Wellington

“O PMDB não joga sujo, não passa rasteira, é transparente. Desde o primeiro dia que o PMDB diz: “pela nossa importância, pela nossa significância, nós queremos participar da chapa de Wellington Dias. Se tiver que abrir algum espaço para o outro partido, vai ser pela vaga de vice ou de senador, o que o PMDB pleiteia? A vaga de vice para o deputado Temístocles Filho, essa posição é transparente e cristalina, todo mundo sabe da posição do PMDB”.

Desistência de João

"Não recebemos nenhum comunicado oficial [do ex-ministro João Henrique Sousa sobre a desistência]. Não estamos sabendo de nada. Há esse fato novo que vem de Brasília. Sobre a possível candidatura do presidente Temer. O João Henrique teria sido convidado para ser coordenador. Sei disso pela imprensa. Nada oficial".

"O João Henrique é um membro importante do partido. É o vice-presidente regional do partido. Ele está em uma disputa legítima que ele tem todo direito de pleitear. Ele nunca comunicou isso oficialmente ao partido. Soube que ele iria viajar aos Estados unidos vai passar 15 dias e quando chegar vai se comunicar oficialmente".

Comentários