Política

"Liberar Lula é garantir o cumprimento da Constituição", diz WDias

O governador comentou sobre a decisão do ministro Marco Aurélio de Melo de soltar presos condenados em segunda instância
Fonte: Facebook/Wellington Dias | Editor: Alinny Maria 19/12/2018 14:57
Wellington Dias com Lula Wellington Dias com LulaFoto: Ricardo Stuckert

O governador Wellington Dias (PT-PI) comentou sobre a decisão do ministro Marco Aurélio de Mello, do Supremo Tribunal Federal (STF), de determinar a soltura de presos condenados em 2ª instância. A determinação do magistrado beneficia o ex-presidente Luís Inácio Lula da Silva.

De acordo com o governador do Piauí, não há provas contra o ex-presidente, no entanto Lula é um preso político. “Não há uma única prova de qualquer desvio de recursos públicos em benefício pessoal em favor do ex-presidente Lula. Portanto, ele é claramente um preso político. Além disto, a ação tem recursos e instâncias para julgamento da sua defesa. O artigo 5º da Constituição Federal está em pleno vigor. Foi isto que disse o Ministro Marco Aurélio e não poderia ser diferente. Está escrito na Carta Magna que ninguém poderá ser condenado enquanto a ação transitar em julgado, enquanto não concluir o julgamento. Liberar o presidente Lula ou qualquer brasileiro ou brasileira na situação dele, é garantir o cumprimento da Constituição do Brasil. #LulaLivre", comentou Wellington Dias em suas redes sociais.

O ministro determinou a soltura dos presos, mas a liberação não é imediata. Cada defesa deve pedir ao juíz responsável pela pena que efetive a soltura e cumpra a decisão de Marco Aurelio de Mello. Logo após a decisão do ministro a defesa de Lula pediu à Justiça que o ex-presidente seja solto.

Comentários