Polícia

Ladrão ameaça cortar dedos de vítima em assalto na zona Leste

O assalto ocorreu em um centro comercial no bairro Jockey e o suspeito foi preso em flagrante após realizar a compra, no Centro de Teresina.
Fonte: Cidade Verde | Editor: Redação 11/03/2018 09:42
Foto FotoFoto: Reprodução/WhatsApp

Um homem suspeito de realizar um arrastão em um escritório de contabilidade usou o cartão de débito de uma vítima e comprou à vista um ar-condicionado no Centro de Teresina, no valor de R$1.500. Além do cartão, ele chegou a roubar o carro da vítima, o celular e outros pertences pessoais. O caso aconteceu na sexta (09) na zona Leste de Teresina.

Outras pessoas foram vítimas do assaltante, identificado como Marcio Pimentel Rodrigues, de 39 anos. Ele chegou ao local alegando que tinha uma consulta marcada para uma clínica de odontologia, mas a recepcionista não confirmou o agendamento. Márcio teria anunciado o assalto e entrou na primeira sala do centro comercial, que era o escritório de contabilidade.

O filho da vítima, que preferiu não se identificar, disse que o pai ficou psicologicamente abalado, mas, passado o susto, está bem.

“Meu pai foi ameaçado. O bandido disse que se ele desse a senha errada do cartão ia cortar os dedos da mão dele, um dedo para cada número errado. Que tinha um comparsa dele esperando e iria vê se a senha estava certa ou não. Com medo, meu pai informou a senha”, disse o filho.

O objeto comprado já foi devolvido para a loja e o dinheiro estornado para a vítima.

Pelo menos cinco pessoas foram feitas de reféns. “Ele pegou o celular de todos, passou muito tempo com elas na sala, chegou a formatar os celulares. Ele disse que estava acompanhado, mas na verdade ele tava era sozinho”, acrescentou o filho da vítima.

O filho da vítima também relatou que, após formatar o celular das vítimas, o suspeito chegou a tirar fotos de cada para ameaçá-las. "Ele disse que se alguém denunciasse ele ou chamasse a polícia iria matar um por um".

Comentários