Mundo

Japão proíbe visitas à ilha sagrada Okinoshima a partir de 2017

local foi considerado patrimônio da humanidade pela Unesco no último domingo
Fonte: Noticias ao minuto | Editor: Redação 16/07/2017 09:26
Ilha sagrada Okinoshima Ilha sagrada OkinoshimaFoto: Reprodução

O Japão vai proibir visitas à ilha de Okinoshima a partir de 2017. O local é considerado sagrado e fica localizado em um arquipélago considerado no último domingo como patrimônio da humanidade pela Unesco.

A tradição é que apenas um monge é residente da ilha - administrada por um complexo de templos Munaka Taisha, de denominação xintoísta.

Somente no dia 27 de maio Okinoshima podia receber 200 visitantes, mas apenas homens. Após a nomeação da Unesco, os administradores do local optaram por proibir visitas a partir de 2018 com o intuito de proteger a ilha.

Comentários