Polícia

Ex-PM é condenador a 16 anos de cadeia por homicídio

Igor Gabriel matou Alan Lopes num posto de combustíveis em 2016
Fonte: TJ-PI | Editor: Redação 15/02/2018 16:57
Acusado de homicídio, Igor foi expulso da Polícia Militar do Piauí Acusado de homicídio, Igor foi expulso da Polícia Militar do PiauíFoto: Reprodução

O ex-soldado da Policial Militar do Piauí, Igor Gabriel de Oliveira Araújo, 24 anos, foi condenado a 16 anos e 15 dias de prisão em regime fechado pelo Tribunal do Júri . Igor matou Alan Lopes Rodrigues da Silva, 26 anos, filho de um oficial de Justiça, em fevereiro de 2016, num posto de combustíveis na zona Leste de Teresina. O julgamento durou cerca de 12 horas. A sentença foi anunciada na noite de quinta-feira (15).

"O modus operandi do réu durante o crime representa perigo, caso ele continuasse convivendo em sociedade", disse a juíza Maria Zilnar Coutinho, substituta da 1ª Vara do Tribunal do Júri, durante o anúncio da sentença.

"Pesou a motivação fútil do delito e a utilização de recurso que tornou impossível a defesa da vítima que foi abatida cruelmente com um tiro no pescoço. Isso pesou para a condenação em 16 anos e 15 dias", argumentou o promotor da 1ª Vara Criminal, Régis Marinho. ai avaliar a sentença e a prova dos autos.

Comentários