Saúde

HGV recebe certificado do projeto Paciente Seguro na prevenção de lesão por pressão

A certificação reconhece a excelência do serviço prestado pelo hospital.
Fonte: CCOM | Editor: Redação 31/07/2017 12:24
Hospital Getúlio Vargas. Hospital Getúlio Vargas.Foto: Foto:Ascom HGV

A segurança do paciente é um compromisso da política de qualidade do atendimento ofertado no Hospital Getúlio Vargas (HGV). Este ano, a unidade conquistou um importante reconhecimento: a certificação de reconhecimento pelo empenho em proporcionar aos pacientes uma experiência mais segura na prevenção de “lesão por pressão” em pacientes internados.

Para a diretora-geral do HGV, Clara Leal, a certificação é um passo fundamental para a unidade, uma vez que reconhece a excelência do serviço que está sendo prestado, buscando garantir a segurança do paciente. “Cada protocolo elaborado e implementado pela gestão busca garantir a segurança do paciente e, ao recebermos o Certificado de Reconhecimento, observamos que nossos passos foram corretos, sendo o maior beneficiado o usuário, que recebe o atendimento correto no processo de recuperação”, revela a diretora.

Para a gerente de Enfermagem do HGV, Cecília Viana, o hospital tem investido na capacitação da equipe na implementação do protocolo de prevenção de lesões por pressão e sobre a correta utilização do mesmo junto aos pacientes. Além disso, de acordo com ela, com o Núcleo de Segurança do Paciente organizou um fluxo de acompanhamento da instituição na utilização correta desse protocolo.

A gerente explica que o processo na prevenção de úlcera por pressão foi elaborado e implementado um protocolo específico com estratégias fundamentais para a prevenção, tendo por base a avaliação de risco por meio da escala de Braden, que avalia o risco de desenvolver a lesão, sinalizando os cuidados a serem prestados como a minimização da pressão por meio da mudança de decúbito, controle da umidade e hidratação da pele, bem como o estado nutricional do paciente.

Certificado

O Certificado de Reconhecimento em Prevenção de Lesões por Pressão visa reconhecer as instituições e profissionais que focam as ações na prevenção de lesões e manutenção da integridade da pele do paciente internado. "Sabe-se que o reparo de tal evento adverso acarretará custos elevados com internação prolongada, tratamento e tempo do profissional, necessários à cicatrização, além da insatisfação do cliente e da família. Essa última, cuja demanda e custos vêm aumentando de forma acentuada mundialmente e foi reconhecida como preocupação nacional, que ressalta a necessidade da prevenção e faz parte do Programa Nacional de Segurança do Paciente, um grande avanço para o sistema de saúde brasileiro", esclarece Cecília Viana.

Comentários

Matérias Relacionadas