Geral

Governo investe em qualificação atendendo mais de 13 mil servidores da Seduc

As atividades acontecem no Centro de Formação dos Profissionais da Educação
Fonte: Seduc | Editor: Redação 27/12/2018 13:08
Qualificação QualificaçãoFoto: Ascom/Seduc

A Secretaria de Estado da Educação do Piauí (Seduc), pensando em oportunizar aos profissionais da Educação Básica o acesso à formação continuada, oficializou o funcionamento do Instituto de Educação Antonino Freire como Centro de Formação dos Profissionais da Educação Básica do Piauí, em 2015.

Nesse contexto, o Centro de Formação conta com uma equipe especializada de professores-formadores para efetivar as ações que dizem respeito às áreas de Linguagens, Códigos e suas tecnologias; Ciências Humanas e suas tecnologias; Ciências da Natureza e suas tecnologias, Matemática e suas tecnologias, com o intuito de elaborar, sistematizar e subsidiar as atividades de formação continuada dos professores da Educação Básica.

Para o secretário de Estado da Educação, Hélder Jacobina, não é possível falar em educação de qualidade sem investir em formação. "A formação continuada vem sendo considerada, juntamente com a formação inicial, uma questão fundamental nas políticas públicas para a educação. Por isso, essa gestão vem promovendo cursos de formação continuada para professores. Estamos proporcionando as condições para qualificação desses profissionais, com o afastamento remunerado para que possam cursar mestrado ou doutorado. Além disso, oferecemos formação aos profissionais que cuidam da parte administrativa e logística das escolas para que a rede funcione com eficiência", ressalta o secretário.

Entre 2015 e 2018, mais de 13 mil profissionais da educação, entre professores e gestores, passaram pelos cursos ofertados pelo Centro de Formação Antonino Freire. Nesse mesmo período, mais de 200 professores foram beneficiados com o afastamento remunerado para qualificação em mestrado ou doutorado.

A proposta da Secretaria contempla não apenas a formação pedagógica dos professores, mas também a formação dos profissionais da educação responsáveis pela gestão e pela parte administrativa da escola. Segundo Gildete Milu, diretora do Centro de Formação Antonino Freire, a instituição tem como meta formar toda a equipe que faz a rede pública de educação. "O Centro de Formação tem um papel fundamental nesse projeto do Governo de valorizar o profissional investindo na sua formação. Nosso papel é atualizar o corpo docente, os gestores e levar para eles propostas de inovação para as práticas de ensino", explica.

Com esse foco, desde 2015, o Centro promoveu inúmeros cursos, nas mais diversas áreas, como Língua Portuguesa, Matemática, Inglês, Libras, Educação Inclusiva, Inclusão digital, Educação Física, Ciências, Direitos Humanos, Gestão Financeira, entre outros. A instituição também firmou diversas parcerias com outras instituições como UFPI, Uespi, Centro de Línguas e cooperação técnica com a Embaixada da Espanha, além de eventos já consagrados pelo Centro como o Simpósio Estadual de professores da Educação Básica do Piauí, o Fórum Estadual de Educação e a Mostra de pesquisa Stricto Sensu dos Profissionais da Educação do Piauí.

Enquanto na capital o Centro de Formação tem um leque de opões de cursos em diversas áreas, no interior do estado a qualificação chega por meio do programa "Chão da Escola", que envolve todas as Gerências Regionais de Educação (GREs).

O Chão da Escola é uma iniciativa que visa proporcionar a troca de experiências entre a prática docente e a atualização do conhecimento acadêmico. Esse trabalho é realizado junto aos gestores que atuam em municípios distantes da capital e ajudou a revitalizar as atividades das equipes. "A formação que acontece dentro desse projeto engloba a todos nas ações da escola e dá a oportunidade para que os professores falem sobre suas angústias e reflitam sobre suas práticas pedagógicas", explica Elenice. "Além disso, ela integra nossos profissionais na busca pela solução de problemas cotidianos, autoavaliação das atividades e tantos outros aspectos que visam à melhoria da aprendizagem", finaliza.

Comentários

Matérias Relacionadas

Apoio: