Política

Wellington Dias propõe a tributação de apostas on line

Os chefes dos Executivos passam a se reunir mensalmente a partir de fevereiro
Fonte: Paulo Pincel | Editor: Alliny Maria 12/12/2018 15:34
Governador do Piauí, Wellington Dias Governador do Piauí, Wellington DiasFoto: André Oliveira

"Não há, na minha visão, como ter um sistema nacional de segurança pública, se não tivermos um fundo de segurança à altura... O fundo de segurança com R$ 1,9 bilhão é brincadeira". A avaliação é do governador do Piauí, Wellington Dias, ao defender a tributação de jogos eletrônicos na internet como uma das fontes de recursos para capitalização do Fundo Nacional de Segurança Pública. Segundo Wellington Dias, o país perde perto de R$ 80 bilhões com jogos on line, como as apostas em partidas de futebol, que viraram febre no país.

A definição de novas pautas para discussão dos governadores com o novo governo, bem como a criação do Sistema Único de Segurança Pública, foram algumas das deliberações do Fórum de Governadores do Brasil, que reuniu 22 governadores e um vice-governador em Brasília, na manhã desta quarta-feira (12). Ausentes, os governadores de Goiás, Pernambuco, Tocantins e Paraná.

Durante o Fórum de Governadores do Brasil, o governador do Piauí, Wellington Dias (PT) apresentou o Plano Estratégico de Segurança Pública. “Aqui os governadores das cinco regiões, nós apresentamos uma proposta resgatando todo o acumulado sobre esse tema, a necessidade do Fundo Nacional de Segurança na forma como é necessário ao país, de integração nos níveis de segurança, na proteção das fronteiras, na proteção das pessoas em cada município e cada estado, em cada região. O uso da ciência, da tecnologia e conhecimento para combater o crime é nosso país”.

Wellington Dias avaliou como outro ponto positivo do encontro de hoje a definição de novas pautas para encontros mensais, que passarão a reunir os chefes dos Executivos dos estados.

“O lado bom é que ficou acertado que já no início do ano em fevereiro nós vamos ter um fórum de secretários nesta área de segurança e justiça, tratando com a equipe do novo governo, no sentido de unificar essa pauta, que vai, a exemplo do que acontece com a saúde e educação, ter as políticas de um plano nacional com as metas para cada estado e a partir daí os investimentos. O que é que é investimento de cada estado, o que é investimento federal”, adiantou Dias.

O governador acrescentou que a próxima reunião de governadores com a equipe de presidente eleito Jair Bolsonaro será em fevereiro. “Destaco ainda a aprovação, já para as próximas pautas, tratarmos da economia, da infraestrutura, de tudo aquilo que é importante para o povo, a geração de emprego e renda. Claro que vamos tratar de saúde de educação, mas agora já para fevereiro esta nova pauta importante para o Brasil”.

Comentários

Apoio: