Esportes

Flamengo revive drama no gol e terá de apelar para 5º goleiro

Com a lesão de Diego Alves, que quebrou a clavícula, o contestado Alex Muralha voltou a ser o titular
Fonte: UOL | Editor: Redação 24/11/2017 09:50
Reprodução ReproduçãoFoto: Muralha - Goleiro do flamengo

Quando montou o milionário elenco para a temporada, o Flamengo jamais imaginou que chegaria na reta final do ano diante de uma situação das mais improváveis. E tudo começou na vitória por 2 a 1 sobre o Junior Barranquilla, na última quinta-feira (23), no Maracanã.

Com a lesão de Diego Alves, que quebrou a clavícula, o contestado Alex Muralha voltou a ser o titular. Sem Thiago, ainda em recuperação de uma fratura no punho, o Rubro-negro só tem Gabriel Batista como opção para a reserva na partida decisiva contra os colombianos, dia 30.

Retirado da lista justamente para a entrada de Diego Alves, César não é uma alternativa, já que não saiu da relação por conta de problemas médicos. Como a Confederação Sul-Americana de Futebol (Conmebol) não permite que um goleiro que não tenha saído por questões médicas retorne, resta a 5ª opção do Flamengo.

Por segurança, o departamento de futebol do clube ainda fará uma consulta formal na entidade, mas o Rubro-negro já trabalha com a certeza de que terá de incorporar o titular dos juniores para o jogo que pode valer vaga na final da Sul-Americana. Na virada contra os colombianos, Muralha dividiu opiniões tão logo entrou em campo. Parte aplaudiu, parte vaiou. Na primeira bola que foi em sua direção, gol de Teo Gutierrez.

No restante do jogo, o goleiro ainda deu alguns sustos na torcida, que guarda na lembrança falhas como contra o Paraná, na Primeira Liga, e principalmente, o mau desempenho na decisão por pênaltis na Copa do Brasil. Ainda no Maracanã, o discurso no Flamengo foi bem ensaiado.

De todos os jogadores que falaram após a partida, o tom era de apoio ao novo dono da posição. "O Diego Alves se encaixou perfeitamente no nosso time, ninguém quer perder um jogador como ele. Mas o Muralha foi bem, não é fácil entrar em um jogo desse. Eu admiro extremamente ele, a força que tem é incrível. Tem de ser muito forte para superar tudo isso", disse Diego.

Novamente um dos 11 escalados por Reinaldo Rueda, o argentino Mancuello ressaltou as qualidades do companheiro e garantiu que o torcedor pode ficar tranquilo quanto ao desempenho de Muralha na Colômbia. "Se está no Flamengo é porque tem condições de ser o nosso goleiro.

Vamos apoiar quem for jogar". Com a cabeça voltada para o torneio continental, o Flamengo terá de dar atenção ao Campeonato Brasileiro por alguns dias. O time recebe o Santos, domingo (26), 19h, na Ilha do Urubu. Na 6ª colocação, o time ainda tenta assegurar um lugar na pré-Libertadores por meio da competição nacional. Se vencer a Sul-Americana, os rubro-negros já entram na fase de grupos.

Comentários

Matérias Relacionadas