Cultura

Exposição inédita sobre Saramago é aberta em São Paulo

Imagens inéditas do escritor foram captadas pelo cineasta Miguel Gonçalves Mendes durante a gravação do documentário 'José e Pilar' (2010)
Fonte: Noticias ao minuto | Editor: Redação 07/03/2018 08:26
Saramago SaramagoFoto: Reprodução

Uma exposição audiovisual com imagens inéditas do escritor José Saramago, captadas pelo cineasta Miguel Gonçalves Mendes durante a gravação do documentário "José e Pilar" (2010), entra em cartaz em São Paulo. Chamada "Saramago - Os Pontos e a Vista", a mostra traz reflexões do consagrado escritor português sobre si mesmo, a literatura e o mundo em momentos da intimidade até hoje não divulgados.

A presidente da Fundação José Saramago, Pilar Del Río, contou à Lusa que a mostra idealizada pelo curador brasileiro Marcello Dantas tem como foco central momentos da vida de Saramago no período em que ele escreveu o romance "A viagem do Elefante".

"Miguel Gonçalves Mendes foi registrando, durante vários anos, os distintos momentos da vida de José Saramago. Aqui, sobretudo, temos [imagens] de quando ele escrevia o livro 'A Viagem do Elefante' e de todas as circunstâncias que ocorreram neste tempo, de vida, de doença e de recuperação", afirmou.

"No Brasil, Marcello Dantas teve a ideia de colocar-se em contato com Miguel Gonçalves Mendes para recuperar imagens do filme ["José e Pilar"] e outras ainda não divulgadas para montar a exposição", acrescentou Pilar, que aparece ao lado de Saramago em alguns dos trabalhos na mostra.

Já o curador, Marcello Dantas, explicou que a intenção era apresentar narrativas audiovisuais com pontos de vista muito pessoais de Saramago, conhecido pelo trabalho de reinvenção da língua portuguesa e também pelo gosto da polêmica.

"Ele [Saramago] tinha uma condição de visão muito peculiar. Era uma coisa muito interessante toda a relação dele com a visão. Assim, o material que não foi usado no filme 'José e Pilar', que é completamente inédito também aqui no Brasil, se tornou a base que nos deu a possibilidade de fazer esta exposição", frisou. "A exposição é audiovisual, mas também tem objetos. O que ela tem de muito único é o fato de ser uma exposição sobre um autor contada na voz do próprio autor, ou seja, na primeira pessoa", completou Dantas.

Entre as peças expostas está ainda a cama dos avós de José Saramago, que viajou da sua terra natal, Azinhaga, e sobre a qual ele falou no discurso de aceitação do Prêmio Nobel da Literatura, em 1998: "No inverno, quando o frio da noite apertava ao ponto de a água dos cântaros gelar dentro da casa, iam buscar às pocilgas os bácoros mais débeis e levavam-nos para a sua cama".

Os visitantes também poderão ver o computador usado pelo autor no processo de escrita do romance "Ensaio sobre a Cegueira", adaptado para o cinema pelo cineasta brasileiro Fernando Meirelles. A exposição "Saramago - Os Pontos e a Vista' estará em cartaz até o dia 3 junho, no Farol Santander, em São Paulo, com entrada livre, e poderá ser visitada de terça-feira a domingo, das 9h às 19h.

Comentários