Polícia

Empresário preso ostentava viagens internacionais nas redes sociais

Fonte: Da Redação 02/08/2017 11:18
Mirtdams em Orlando Mirtdams em OrlandoFoto: Facebook/Reprodução

O empresário Mirtidams Júnior, preso nesta quarta-feira, 2, na Operação Fantasma deflagrada pela Polícia Civil do Piauí sob a acusação fraude tributária com desvio de R$ 81 milhões, costuma fazer postagens em suas redes sociais, onde ostenta viagens para os Estados Unidos, Europa e praias paradisíacas do Brasil.

Ele foi preso nesta manhã na cidade de Jericoacoara, litoral do Ceará. Ele é acusado de ser o chefe de organização criminosa quando criava empresas fantasmas que geravam notas frias em um esquema que envolvia seus irmãos Williams e João Canuto Neto, a mãe, a tia e a cunhada.

De acordo com o Ministério Público do Piauí, três irmãos contatavam empresários interessados nas fraudes ou utilizavam empresas “fantasmas” para usar em suas empresas reais.

Mirtdams

Ao todo foram expedidos pelo Juiz da 10ª Vara Criminal de Teresina, 11 Mandados de Prisão Temporária, três de Mandados de Prisão Preventiva, 15 sequestros e remoção de bens, além de 23 Mandados de Busca e Apreensão.

De acordo com o Ministério Público do Piauí, os alvos da operação seriam responsáveis pela gestão de várias empresas fantasmas, criadas para serem destinatárias de notas fiscais ideologicamente falsas, de modo que as dívidas tributárias não recaíssem sobre os reais compradores, mas sim, sobre empresas destinatárias fictícias, cujos “proprietários” não possuíam quaisquer recursos. Entre as empresas usadas na fraude, constam três dentre as dez maiores devedoras do fisco estadual.

Mirtdams

Mirtdams

Comentários