Política

Edital da Barragem de Castelo será lançado no dia 29/11

A Barragem de Castelo do Piauí está orçada em R$ 370 milhões com recursos do PAC II
Fonte: Paulo Pincel | Editor: Paulo Pincel 10/11/2016 12:06 - Atualizado em 20/11/2016 02:14
Cannion do Rio Poti, em Castelo do Piauí Cannion do Rio Poti, em Castelo do PiauíFoto: Portal ODIA

Será lançado no dia 29 de novembro, às 10h, no gabinete do diretor-presidente do Instituto de Desenvolvimento do Piauí (DEPI), Francisco Alberto de Brito Monteiro, o edital de licitação para a construção da Barragem de Castelo do Piauí, orçada em R$ 370 milhões.

A obra foi incluída no Programa de Aceleração do Crescimento (PAC II), do Ministério da Integração Nacional, e será construída entre os municípios de Castelo e Juazeiro do Piauí. A barragem terá a capacidade de armazenamento de 2,6 bilhões de metros cúbicos de água e contará com estrutura – será instaladas quatro turbinas - para a produção de 25MW de energia “limpa”.

Além de Castelo do Piauí e Juazeiro do Piauí, a barragem vai beneficiar as cidades de São João da Serra, Alto Longá, Prata do Piauí, Beneditinos, Buriti dos Montes, São Miguel do Tapuio, Novo Santo Antônio, Demerval Lobão e Teresina.

O deputado Antonio Félix (PSD), destacou durante a sessão desta quinta-feira (10), na Assembleia Legislativa, que a barragem de Castelo do Piauí vai ser a segunda maior do Piauí, atrás apenas de Boa Esperança, em Guadalupe, que acumula . Além de poder gerar energia e captar água para as adutoras, as águas da barragem Castelo serão utilizadas em projetos de pisciculturas e para áreas irrigadas.

“Uma obra tem o aval do Tribunal de Contas da União, que elaborou o edital de licitação junto com o Idepi. A barragem terá um alcance social muito grande para as populações, que vai ser abastecida através de adutoras a serem construídas para levar água da barragem para os municípios”, comemorou .

Comentários