Brasil

Duplo Homicídio: Homem que matou mãe e filha é condenado a 78 anos

Esses foram os primeiros homicídios registrados no jovem município de Arabutã, no Oeste de Santa Catarina
Fonte: Notícias ao Minuto | Editor: Redação 28/09/2018 11:04
Elizete Lohman e a filha Estefani Elizete Lohman e a filha EstefaniFoto: G1 - Globo.com

O júri popular realizado na quinta-feira (27) condenou Genoir Dannenhau a 78 anos, cinco meses e 10 dias de prisão em regime inicialmente fechado. Ele foi o responsável pela morte de Elizete Lohman, de 42 anos, e a filha Estefani, de 10, em Arabutã, Oeste de Santa Catarina, em março de 2016.

O reú também recebeu pena por tentar assassinar o próprio pai no mesmo dia. De acordo com o G1, o crime foi cometido em casa, na localidade de Lajeado Guaraipo, no interior de Arabutã, em 30 de março de 2016. Valdir Deannenhauer, de 60 anos, marido de Elizete, sobreviveu a dois tiros.

Genoir foi condenado pelos dois homicídios, pela tentativa de homicídio do pai, por corrupção de um adolescente e porte ilegal de arma. O Ministério Público de Santa Catarina (MPSC) denunciou Genoir por tentar matar o pai para ficar com a herança dele. Ainda segundo o MPSC, esses foram os primeiros homicídios registrados no jovem município.

Comentários