Geral

Criança baleada com três tiros deve ter alta do HUT nesta semana

A menina foi feita de escudo humano pelo próprio pai, que acabou sendo morto
Fonte: Redação Piauí Hoje | Editor: Alinny Maria 11/06/2018 12:54
HUT HUTFoto: Reprodução/Google

A criança de três anos de idade que foi baleada após ser feita de escudo humano pelo próprio pai na semana passada, em Teresina, deve ter alta médica do Hospital de Urgência de Teresina (HUT) ainda nesta semana. O pai da criança, o ex-presidiário Elinaldo José da Silva, 29 anos, morreu após tentar se proteger usando a filha como escudo.

A menina levou três tiros, sendo um na cabeça e dois no abdômen. Apesar da gravidade, a criança se recupera bem e segundo o diretor do HUT, Gilberto Albuquerque, ela deverá ficar sem sequelas.

A criança teve traumatismo craniano devido ao impacto do projetil no osso da cabeça, mas a bala não adentrou o crânio. A criança também perdeu o baço, e por sorte nenhum órgão vital foi atingido.

“Tivemos êxito porque o procedimento cirúrgico foi bem rápido. A criança já retomou todos os sinais vitais, sem previsão de sequela até o momento", disse o diretor do HUT.

O caso

Na tarde de quinta-feira (7), três homens armados invadiram a casa de Elinaldo José da Silva, 29 anos. Elinaldo estava sozinho com a filha e a pegou acreditando que os criminosos não atiraram na criança, e a utilizou como escudo humano para se proteger.

Os bandidos efetuaram os disparos, sendo que três atingiram a criança. Elinaldo morreu no local.

O caso está sendo investigado pelo Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP).

Comentários