Geral

Cinegrafista é agredido após flagrar máquinas de programa federal em terreno particular

Fonte: Com informações de Campo Maior em Foco | Editor: Alinny Maria 28/10/2017 08:49
Homem é agredido por suposto assessor de prefeito Homem é agredido por suposto assessor de prefeitoFoto: Divulgação

O cinegrafista José Batista da Conceição, mais conhecido como Zé Luzia, foi agredido em um bar no município de Boa Hora, Norte do Piauí, após ter flagrado máquinas do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), projeto do Governo Federal, operando em terreno particular em Boqueirão do Piauí. O terreno pertence a um amigo do prefeito de Boa Hora, Francieudo Canuto (PSD). O suspeito das agressões é um assessor do prefeito.

Segundo testemunhas, Zé Luzia estava em um velório e após a cerimônia passou na casa de um amigo, que também é bar, onde teve uma discussão com o suposto agressor identificado como Natal. O suspeito arremessou uma cadeira de aço em direção à vítima, atingindo a cabeça.

O cinegrafista foi levado para o Hospital Chagas Rodrigues, em Piripiri, e teve a cabeça suturada com 12 pontos.

Denúncia

Populares relataram que na terça-feira (24), o maquinário saiu da sede da Prefeitura de Boa Hora com destino à comunidade Lagoa da Onça e Santana, que ficam na divisa dos municípios de Boqueirão e Nossa Senhora de Nazaré. As maquinas estariam sendo utilizadas em propriedades particulares em que os donos são amigos do prefeito Francieudo.

Outro lado

O prefeito de Boa Hora, Francieudo Canuto, nega as acusações e diz que o maquinário teria sido emprestado de boa-fé ao município vizinho e estaria realizando a recuperação de estradas nas localidades Floresta e Lagoa da Onça e estão sendo guardadas em uma propriedade privada pelo receio de serem roubadas.

Segundo o prefeito, o empréstimo foi feito como uma dívida de gratidão, pois o prefeito de Boqueirão já teria emprestado seu maquinário para o município de Boa Hora em outras ocasiões quando a mesma não possuía tais recursos.

Francieudo Canuto diz ainda que tem um acordo com o prefeito de Boqueirão, Valdemir Alves da silva e a prefeita de Cocal de Telha, Ana Célia, cujo o objetivo é emprestar veículos, máquinas e outros serviços quando estivessem precisando, como em uma troca de favores.

Comentários