Esportes

Chapecoense assume a liderança do brasileirão pela primeira vez em sua história

Com sete pontos, a Chapecoense tem a mesma pontuação de Corinthians e Cruzeiro
Fonte: Noticias ao Minuto | Editor: Redação 30/05/2017 10:05
Chapecoense ChapecoenseFoto: Associação Chapecoense de Futebol

Pela primeira vez em sua história, a Chapecoense termina uma rodada do Campeonato Brasileiro na liderança. Ela veio nesta segunda-feira com a vitória sobre o Avaí no duelo catarinense por 2 a 0, na Arena Condá, em Chapecó (SC), no encerramento da terceira rodada.

Com sete pontos, a Chapecoense tem a mesma pontuação de Corinthians e Cruzeiro, mas está com maior saldo de gols que os dois rivais (3 contra 2) e, assim, lidera o Brasileirão. Por ter menor número de cartões amarelos (3 a 6), o time paulista fica em segundo lugar e o mineiro, em terceiro. O Avaí, do outro lado da tabela de classificação, caiu para a 18.ª e antepenúltima colocação, dentro da zona de rebaixamento, com apenas um ponto.

Por uma coincidência de tabela, os dois próximos compromissos da Chapecoense serão justamente contra o Cruzeiro. Nesta quinta-feira, em Chapecó, os dois se enfrentarão pela rodada de volta das oitavas de final da Copa do Brasil - na ida, em Belo Horizonte, vitória mineira por 1 a 0. No domingo, o duelo será no estádio do Mineirão, pela quarta rodada do Brasileirão. O Avaí só joga no domingo contra o Sport, em Florianópolis, pelo Nacional.

Em campo, a Chapecoense foi dona da situação. Como faz sempre quando atua na Arena Condá, o time fez marcação alta e não deixou o Avaí jogar. Só nos primeiros 15 minutos foram três chances de gol - duas com o centroavante Wellington Paulista, que não desperdiçou mais uma aos 16. Luiz Antonio soltou uma bomba da intermediária no travessão, a bola subiu e os dois zagueiros do Avaí bateram cabeça. Então, Arthur tocou para Wellington Paulista, que bateu cruzado para abrir o placar.

Só depois de tomar o gol que o Avaí acordou. Quase marcou aos 24 minutos em um chute de fora da área de Judson que passou raspando a trave direita do goleiro Jandrei. Mas foi apenas isso que a equipe de Florianópolis conseguiu. A Chapecoense manteve sua postura ofensiva e perdeu boas oportunidades antes de marcar o segundo. Aos 37, Rossi cruzou da direita, a zaga afastou mal e Arthur dominou no peito, mas a bola sobrou para Reinaldo, que encheu o pé em um chute rasteiro no canto esquerdo de Kozlinski.

No segundo tempo, a neblina começou a cair na Arena Condá e o jogo ficou mais amarrado no meio de campo. A Chapecoense diminuiu o seu ritmo intenso e o Avaí pouco fez para buscar ao menos o empate. De interessante mesmo só as duas expulsões nos minutos finais. Primeiro o zagueiro Luiz Otávio, dos mandantes, e depois o também defensor Leandro Silva, dos visitantes.

FICHA TÉCNICA:

CHAPECOENSE 2 x 0 AVAÍ

CHAPECOENSE - Jandrei; Apodi, Victor Ramos, Luiz Otávio e Reinaldo; Andrei Girotto, Luiz Antonio e Seijas (Nenem); Rossi, Wellington Paulista (Túlio de Melo) e Arthur (Niltinho). Técnico: Vagner Mancini.

AVAÍ - Kozlinski; Leandro Silva, Alemão, Betão e Capa; Luan, Judson (Lucas Otávio) e Marquinhos (Diego Tavares); Júnior Dutra, Romulo e Denilson (Lourenço). Técnico: Claudinei Oliveira.

GOLS - Wellington Paulista, aos 16, e Reinaldo, aos 37 minutos do primeiro tempo.

CARTÃO AMARELO - Arthur (Chapecoense).

CARTÕES VERMELHOS - Luiz Otávio (Chapecoense); Leandro Silva (Avaí).

ÁRBITRO - Marcelo de Lima Henrique (RJ).

RENDA - R$ 115.800,00.

PÚBLICO - 6.188 pagantes.

LOCAL - Arena Condá, em Chapecó (SC).

Comentários

Matérias Relacionadas