Mundo

Casos de cólera em Moçambique chegam a 517 após passagem de ciclone

Número dobrou menos de 24 horas após confirmação da primeira morte causada pela doença
Fonte: Noticias ao minuto | Editor: Redação 01/04/2019 08:58
Imagem ilustrativa Imagem ilustrativaFoto: Reprodução

Desde a semana passada, as autoridades de Moçambique já haviam confirmado um surto de cólera no país, após a passagem do ciclone Idai, cuja força dos ventos atingiu 200 quilômetros por hora, provocando a devastação de vilarejos inteiros, causando mortes e isolando pessoas.

De acordo com informações de O Globo, o primeiro caso confirmado da doença foi registrado neste domingo (31), mas o número já chega a 517, menos de 24 horas depois.

"Nós registramos uma morte por cólera. A pessoa chegou aqui em condição muito crítica. O falecido é a primeira pessoa a morrer de cólera nas nossas instalações ", disse o diretor nacional de para Assistência Médica de Moçambique, Ussene Isse, à televisão pública TVN.

As autoridades de Moçambique trabalham também com a possibilidade de outras doenças se alastrarem no país, como tifo e malária.

A cólera é disseminada pelas fezes em água ou alimentos contaminados com esgotos, e os surtos podem se desenvolver rapidamente quando os sistemas de saneamento são interrompidos. A doença pode matar em poucas horas se não for tratada.

Comentários