Entretenimento

Cantor do Raça Negra pede desculpas após polêmica sobre abuso infantil

Fonte: UOL | Editor: Redação 14/09/2017 14:52
Luiz Carlos, vocalista do grupo Raça Negra Luiz Carlos, vocalista do grupo Raça NegraFoto: Reprodução

Luiz Carlos, vocalista do grupo Raça Negra, pediu desculpas no início da tarde desta quinta-feira (14), horas depois de provocar polêmica na web ao opinar sobre o abuso infantil, durante participação no programa "Encontro com Fátima Bernardes", da TV Globo.

Na ocasião, o cantor afirmou "que algumas meninas se comportam como mulher" e que "seria interessante evitar o uso de roupas curtas e maquiagem.".

"Tenho 60 anos e tive uma criação muito rígida, minha convicção é plena em dizer que não existe justificativa para violência. [No programa] eu me referia a pular fases criança é criança só isso. O mau elemento enxerga com outros olhos o que nós enxergamos com naturalidade. A nossa cultura sempre foi machista, mas espero que esta e as próximas gerações possam se transformar. Só peço que não confundam excesso de zelo num mundo doentio com acreditar que meninos e homens sejam corretos em suas atitudes maldosas. Peço desculpas se ofendi ou se fui mal interpretado", disse ele, em comunicado enviado ao UOL.

No início da manhã, Luiz Carlos havia provocado polêmica nas redes sociais depois de afirmar que crianças de 11 ou 12 anos atiçam homens se vestindo e se comportando como mulheres.

"Nós temos que prestar atenção que hoje (...) você vê uma menina de 12 anos, ela quer se comportar como mulher, mas ela é uma criança. Você tem que prestar atenção nisso também. [A mãe precisa avisar] 'Minha filha, eu não achei legal essa roupa'. Você tem que falar assim 'esse batom vai significar o quê para você?' Esse tipo de coisa para não chamar a atenção, porque esses caras estão aí, e eles acham que, por aquele tipo de comportamento, que com 10,11 ou 12 anos quer se vestir como uma mãe...", dizia o cantor, antes de ser interrompido por Fátima Bernardes.

"Pois é, Luiz. Mas aí o equívoco está no homem que olha", rebateu a apresentadora, aparentemente constrangida.

Comentários