Brasil

Bombeiros encontram seis corpos na praia da Urca, no Rio de Janeiro

Os corpos seriam de criminosos alvejados em confrontos semana passada
Fonte: Agência Brasil 10/06/2018 14:53
Familiares dos desaparecidos avisaram os bombeiros sobre a localização dos corpos Familiares dos desaparecidos avisaram os bombeiros sobre a localização dos corposFoto: EFE/Antonio Lacerda

O Corpo de Bombeiros retirou seis corpos de pessoas das pedras na Praia Vermelha, na Urca, na zona Sul do Rio de Janeiro, neste domingo (10). O local é de difícil acesso.

Os corpos seriam de criminosos alvejados em confrontos semana passada. Até o momento as vítimas não tiveram a identidade revelada. A Polícia Militar (PM) acompanha o resgate e a Polícia Civil informou que vai investigar as mortes.

São responsáveis pela operação os grupamentos marítimos de Botafogo e de Copacabana e o quartel do Humaitá. Um grupo de familiares das vítimas está no local do resgate.

Nos últimos dias, a Urca presenciou intenso tiroteio, durante confronto entre policiais militares e criminosos das favelas Chapéu Mangueira e Babilônia, próximo ao Bondinho do Pão de Açúcar.

Armas apreendidas

Imagens de pessoas fugindo por um costão indicam, preliminarmente, que bandidos atravessaram a mata. Na operação da PM foram apreendidos seis fuzis.

Por causa do intenso tiroteio, o serviço do bondinho, que fica na Urca, precisou ser interrompido por horas na sexta-feira, assustando turistas e moradores, em meio a um tiroteio.

No mesmo dia, o aeroporto Santos Dumont, no centro, ficou fechado por 15 minutos, por volta das 15h. A Urca, onde foram encontrados os corpos, após os tiroteios, é usada como rota pelos aviões que chegam à cidade e pousam no Santos Dumont.

O fechamento do Bondinho e do aeroporto provocou reação da sociedade e do meio turístico, que questionaram a atuação da forças da intervenção federal, que, no próximo sábado (16), completa quatro meses no Rio de Janeiro.

Comentários