Política Nacional

"Beija-mão do fiado" no Planalto reuniu 50 deputados

Temer negocia arquivamento de denúncia do STF, mas só vai pagar a conta em 2018
Fonte: Paulo Pincel | Editor: Da redação 03/10/2017 22:32
Michel Temer Michel TemerFoto: Metropoles

O beija-mão no Palácio do Planalto começou bem cedo e continuou durante toda a tarde e noite desta terça-feira (3), com o presidente Michel Temer recebendo pelo menos 50 deputados federais.

Alguns parlamentares deixaram o gabinete de Temer falando em “fiado”. Ou seja, o presidente pediu apoio dos deputados federais em troca de emendas e obras, mas só vai pagar a conta no ano que vem.

“É lógico que o governo está conversando, também, e o próprio presidente da República tem a sua agenda cheia, conversando com os parlamentares, explicando sobre a sua defesa, e não liberando emendas”, assegurou o vice-líder do Governo na Câmara, Beto Mansur (PRB-SP).

O Palácio do Planalto fez as contas, poercebeu o risco e chamou para reuniões fechadas até quem não queria esse encontro com Temer. “Temos um levantamento e devemos repetir o mesmo número de votos que nós tivemos na outra votação da primeira denúncia, pelo arquivamento dela”, crê Mansur.

Michel Temer
Presidente Michel Temer

Comentários